As autoridades de Taiwan estão esta terça-feira a interrogar os responsáveis pela construção de um edifício que colapsou no passado sábado na sequência de um sismo e onde se registaram 39 vítimas mortais.

O responsável pela construção, Lin Ming-hui, e dois funcionários, Chang e Cheng, foram levados para o tribunal local e podem ser detidos por negligência, da qual resultou a morte das vítimas.

Segundo a BBC, pelo menos 39 pessoas morreram no edifício Weiguan Jinlong (Golden Dragon) quando este colapsou devido a um sismo de magnitude 6.4 na escala de Richter. Houve ainda a registar duas outras vítimas mortais fora deste local. As autoridades conseguiram salvar 320 vítimas, mas haverá ainda 100 pessoas presas nos escombros.

O edifício Weiguan Kinlong, construído há 20 anos, terá sido o que sofreu mais estragos, motivando assim uma investigação para apurar responsabilidades na sua construção. Foram levantadas questões relativamente ao material usado no enchimento dos pilares do edifício, mas alguns especialistas já vieram dizer que não terá sido essa a causa do colapso.