Não namora há três anos. Talvez mais, mas já perdeu a conta às noites de sábado deitada na cama a ver “O Diário da Nossa Paixão” com uma embalagem de lenços ao lado. Pelo menos tem a companhia do gato, que lhe vai aquecendo os pés nas noites mais frias do inverno. E um cão a quem dar festinhas quando a avó aparece lá em casa e lhe pergunta quando é que se vai dignar a apresentar o namorado à família e deixa o aviso do costume, “olha que assim vais ficar para tia”. E nem sequer percebe porque é que é tão difícil para si arranjar companhia desde que aquele idiota a deixou.

Lamentações à parte, a solução para o fim destes anos de celibato pode estar nas imagens criadas em 1938 para as leitoras solteiras da revista “Click Photo-Parade”. Ou então não. Mas são dicas, no mínimo, divertidas e que talvez lhe possam alegrar a alma. Com utilidade duvidosa nos tempos que correm e e em que as redes sociais são lei, mas com ilustrações castiças, veja na fotogaleria 13 segredos para deixar de ser solteira (diziam eles).

Nota: apesar de tudo, algumas destas dicas mantém-se atuais, outras são intemporais e outras deviam sê-lo, pelo menos segundo uma das perspetivas.