O empresário moçambicano Faruk Ayoob foi atingido a tiro na manhã desta sexta-feira em Maputo, disse à Lusa o porta-voz da polícia na capital moçambicana, sem mais informações sobre a gravidade dos ferimentos do empresário.

“Tomámos conhecimento do incidente ainda pela manhã”, disse à Lusa o porta-voz da Polícia da República de Moçambique (PRM) em Maputo, Orlando Modumane, acrescentando que, imediatamente, uma equipa policial foi destacada para o local.

Faruk Ayoob, um dos mais proeminentes comerciantes no país e proprietário do grupo Ayoob Comercial, foi baleado em frente à Embaixada dos Estados Unidos, na avenida Kenneth Kaunda, uma das mais frequentadas do centro da capital moçambicana.

Testemunhas citadas pela imprensa moçambicana disseram que os autores do atentado, que se transportavam numa carinha de matrícula estrangeira, dispararam mais de cinco tiros contra o carro do empresário, que estava na companhia de um familiar e que por sua vez saiu ileso do ataque.

“A vítima foi levada rapidamente para o hospital”, afirmou o porta-voz da PRM, reiterando que as investigações estão em curso e oportunamente a polícia irá emitir uma comunicação oficial.