Uma derrocada de uma casa foi esta sexta-feira à tarde registada na Travessa Fernão Magalhães, centro do Porto.

Segundo o que o Observador apurou junto dos Bombeiros Sapadores do Porto, trata-se de uma casa devoluta que “caiu” sobre uma casa habitada ao lado, onde se encontrava uma mulher, de 74 anos, no interior. Os Bombeiros Sapadores do Porto confirmaram que a mulher foi resgatada, pelas 18h20, sem qualquer ferimento.

A mulher, Maria da Assunção Rosa, viu a sua casa ser destruída e ainda não sabe onde irá dormir esta sexta-feira.

Talvez debaixo da ponte. Tenho a casa toda no chão”, lamentou a moradora da casa número 132 da Travessa Fernão Magalhães que sofreu com a derrocada da parede da casa contígua, à Lusa.

Outro morador, da Travessa Fernão Magalhães, Pedro Letra, acusou mesmo a câmara do Porto de se esquecer daquela rua que “parece perdida” e “está perigosa”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A situação será agora monitorizada, existindo ainda um perímetro de segurança em torno das habitações.

Estiveram no locam equipas do INEM, Proteção Civil, PSP e 16 elementos Bombeiros Sapadores do Porto.