O ex-presidente de El Salvador, Elías Antonio Saca, foi detido, este domingo, na sequência de uma investigação sobre corrupção. Segundo explica o jornal salvadorenho La Pagina, a Procuradoria-Geral do país acredita que Sava estaria envolvido num esquema de enriquecimento ilícito a partir do desvio de dinheiro público, num valor que chegaria a cerca de 13,6 milhões de euros. O organismo, citado pela publicação, disse que “não poderia facilitar mais detalhes sobre o caso”.

No âmbito da mesma operação, também foram detidas outras pessoas ligadas ao ex-presidente, como o seu ex-secretário Elmer Charlaix, o ex-secretário de Comunicações, Julio Rank, e o ex-presidente da Administração Nacional de Aquedutos e Esgotos, César Funes. Charlaix é acusado de “peculato, associação ilícita e lavagem de dinheiro” e Rank e Funes são acusados de “associação ilícita e lavagem de dinheiro”.

Saca foi presidente de El Salvador entre 2004 e 2009. De acordo com fontes citadas pelo La Pagina, o ex-líder do país será julgado em novembro.