A primeira unidade do N600, o primeiro modelo da Honda a ser exportado para as Américas, esteve durante quase 50 anos completamente abandonada. Há muito que tinha sido dada como desaparecida, mas acabou por ser descoberta nos EUA. Estava em avançado estado de degradação – algo que o saber e técnica de um mecânico norte-americano que se dedicou exclusivamente à recuperação deste modelo conseguiram ultrapassar.

O N600 com número de chassis VIN 1000001 foi encontrado pelo especialista em restauração Tim Mings que, após um aturado trabalho, deu a conhecer o novo rosto de uma unidade que se julgava perdida para sempre.

Recorde-se que o Honda N600 era um pequeno automóvel com pouco mais de 3 metros de comprimento e apenas 595 kg de peso, que, debaixo do capot dianteiro, ostentava um dois cilindros a gasolina capaz de chegar às 9.000 rpm, permitindo-o alcançar a estonteante velocidade máxima de 130 km/h. Era também uma proposta particularmente económica para a época, com consumos médios de 5,8 l/100 km.