Pedro Carneiro, diretor da Escola de Dança do Conservatório Nacional, em Lisboa, foi punido com um afastamento efetivo de 80 dias e cessação da comissão de serviço, avança o Expresso. Em causa está um processo disciplinar instaurado em maio de 2015 pela Direção-geral dos Estabelecimentos Escolares por incumprimento de uma ordem dada pelo mesmo organismo.

De acordo com o Ministério da Educação, questionado pelo Expresso, Paulo Carneiro recorreu da decisão “hierarquicamente”, recurso que foi indeferido. “O processo encontra-se em fase de recurso contencioso”, informou o Ministério.

Segundo o jornal, o diretor da Escola de Dança está também a ser alvo de um processo administrativo por abuso de poder, ainda em investigação no Ministério Público.