O Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, assegurou na quarta-feira que 4.670 guerrilheiros das FARC já estão nas zonas transitórias de normalização para entregarem armas e desmobilizarem. “São 4.670 os membros das FARC que já estão nos centros, faltam 1.450”, disse o chefe de Estado durante a inauguração do Centro de Eventos Expofuturo de Pereira.

O Governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) firmaram no passado dia 24 de novembro em Bogotá um acordo de paz que se começou a implementar com leis aprovadas no Congresso. Fruto desse acordo de paz, mais de 6.300 guerrilheiros das FARC vão chegar ao longo desta semana às zonas transitórias como passo prévio para a desmobilização.

Apesar de se manifestar otimista com os desenvolvimentos conseguidos após o acordo de paz, Santos alertou para os desafios do pós-conflito e da implementação do acordado. “Temos um desafio enorme na implementação dos acordos, que vai ser tão difícil quanto o próprio processo “, afirmou.