Rádio Observador

Dia do Pai

Os 19 pais que criaram o mundo em que vivemos

Quem nos ensinou as maravilhas do WWW, quem nos deu telemóveis e quem garantiu a evolução da Medicina? No dia de S. José, Dia do Pai, o Observador celebra os "pais" das coisas que fazem o nosso mundo.

Gregor Mendel era um homem versátil e eclético nos gostos. Desde criança que a sua vizinhança na Silésia, território pertencente à Áustria na época, adivinhava grandes coisas para o menino de origens humildes que brincava entre as plantas. Aos 21 anos, em 1843, estava a entrar num mosteiro da Ordem de Santo Agostinho (agora mosteiro de Brno, República Checa) porque não tinha dinheiro para financiar uma universidade. Mas embora não vivesse circundado dos livros e das sebentas universitárias, ficou encarregue de cuidar dos jardins do mosteiro. Não precisava de mais para descobrir de que peças são feitas as vidas na Terra.

O então monge austríaco começou a dar aulas de Ciência na Escola Superior de Brno, após ter conseguido entrar no Instituto de Filosofia de Olmütz e depois na Universidade de Viena. Entre uma aula e outra dedicava-se ao cruzamento de espécies de feijões, ervilhas e abelhas que encontrava no jardim do mosteiro onde morava. Percebeu que havia características de certas plantas que eram transmitidas às gerações seguintes e outras que, por algum motivo, ficavam escondidas e só regressavam em determinadas condições. Então Mendel propôs a existência de um par de unidades elementares de hereditariedade responsáveis por determinar as características físicas dos seres. Eram os genes.

Graças aos esquemas projetados por Mendel conseguimos agora prever o tipo de sangue da nossa descendência, saber a cor de olhos que poderão ter ou de que doenças poderão padecer. Tudo isto porque sabemos que há certas características que são dominantes e outras que são recessivas. Tudo isso devemos a Mendel, o aclamado pai da Genética.

Em pleno Dia do Pai, que coincide com o Dia de S. José porque é considerado o cuidador de Jesus nos textos religiosos, o Observador revisitou a história da Humanidade para celebrar os “pais” criadores do mundo em que vivemos agora. Quem nos deu telemóveis, quem criou os sites e quem permitiu o desenvolvimento da Medicina para garantir a nossa saúde? Descubra na fotogaleria.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: mlferreira@observador.pt
Dia do Pai

Ser pai é fazer de super-homem

Eduardo Sá
19.714

Ser pai é, ao deitar um filho, adormecer quase sempre antes dele. E sentir a sua mão no nosso cabelo. Para saber se estamos ali. E descobrir que, se isso não é o céu, não falta muito para estar perto.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)