Rádio Observador

Benfica

Benfica. A Vitória que confirma Rui no top dos centenários

331

Rui Vitória tornou-se o 11.º treinador do Benfica a chegar aos 100 jogos oficiais pelos encarnados. No total, é o melhor português e conseguiu 74 vitórias, a uma de Guttmann e a quatro de Hagan.

Rui Vitória chega aos 100 jogos oficiais pelo Benfica com um objetivo muito claro: a conquista do tetra

MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Rui Vitória teve das semanas mais agitadas como treinador do Benfica. Renovou contrato até 2020, conseguiu igualar a marca de Jimmy Hagan como o técnico que mais cedo atingiu as 50 vitórias na Primeira Liga com o triunfo em Moreira de Cónegos por 1-0, teve uma das conferências mais críticas desde que chegou em defesa do seu grupo (sobretudo de Samaris) e atingiu agora o 100.º jogo oficial no comando dos encarnados. A ganhar, por 3-0, ao Marítimo. Uma equipa madeirense, bom sinal.

Tal como Jonas tem como fregueses principais a marcar os dois clubes insulares (dez ao Nacional, oito ao Marítimmo), também Rui Vitória conquistou os dois primeiros títulos vencendo conjuntos madeirenses: depois de ganhar ao Marítimo e ao Nacional nas últimas duas jornadas que confirmaram a conquista da Primeira Liga de 2015/16, derrotou também o Marítimo na final da Taça da Liga que encerrou a última temporada (6-2). E também a maior goleada desde que chegou à Luz foi contra esse adversário, por 6-0, no campeonato passado e na edição da Taça de Portugal da atual época. Muita coincidência contra uma equipa que, curiosamente, tinha servido de batismo e despedida de Jorge Jesus, o seu antecessor como treinador das águias, entre 2009 e 2015.

Assim, Rui Vitória confirmou a entrada no top 3 dos técnicos centenários pelo clube com mais vitórias nos primeiros 100 jogos, sendo o melhor português nesta matéria: 74 triunfos, apenas menos um do que Bela Guttmann e menos quatro do que Jimmy Hagan. O Observador fez o levantamento dos primeiros 100 jogos dos 11 treinadores que atingiram essa marca.

Jimmy Hagan (total de 120 jogos)

Primeiros 100 jogos: 78 vitórias, 12 empates, 10 derrotas, 282 golos marcados e 66 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1970/71 e 1972/73: três Campeonatos e uma Taça de Portugal

Béla Guttmann (total de 160 jogos)

Primeiros 100 jogos: 75 vitórias, 14 empates, 11 derrotas, 308 golos marcados e 96 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1959/60 e 1961/62: duas Taças dos Campeões Europeus, dois Campeonatos e uma Taça de Portugal

Rui Vitória (total de 100 jogos)

Primeiros 100 jogos: 74 vitórias, 11 empates, 15 derrotas, 227 golos marcados e 80 golos sofridos
Títulos conquistados entre 2015/16 e 106/17: um campeonato, uma Supertaça e uma Taça da Liga (pode ainda ganhar mais um campeonato e uma Taça de Portugal)

Sven-Goran Eriksson (total de 234 jogos)

Primeiros 100 jogos: 72 vitórias, 18 empates, 10 derrotas, 250 golos marcados e 64 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1982/83, 1983/84 e 1989/90: dois Campeonatos e uma Taça de Portugal

Jorge Jesus (total de 321 jogos)

Primeiros 100 jogos: 72 vitórias, 10 empates, 18 derrotas, 226 golos marcados e 87 golos sofridos
Títulos conquistados entre 2009/10 e 2010/11: um campeonato e duas Taças da Liga

Jarnos Biri (total de 192 jogos)

Primeiros 100 jogos: 72 vitórias, 7 empates, 21 derrotas, 328 golos marcados e 166 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1939/40 e 1941/42: um Campeonato, uma Taça de Portugal e um Campeonato de Lisboa

John Mortimore (total de 202 jogos)

Primeiros 100 jogos: 69 vitórias, 21 empates, 10 derrotas, 192 golos mrcados e 62 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1976/77 e 1978/97: um Campeonato

Otto Glória (total de 239 jogos)

Primeiros 100 jogos: 68 vitórias, 21 empates, 11 derrotas, 275 golos marcados e 92 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1954/55 e 1957/58: dois Campeonatos e duas Taças de Portugal

Mário Wilson (total de 126 jogos)

Primeiros 100 jogos: 67 vitórias, 17 empates, 16 derrotas, 251 golos marcados e 84 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1975/76, 1979/80 e 1995/96: um Campeonato e duas Taças de Portugal

Toni (total de 218 jogos)

Primeiros 100 jogos: 62 vitórias, 26 empates, 12 derrotas, 190 golos marcados e 59 golos sofridos
Títulos conquistados entre 1987/88, 1988/89 e 1992/93: um Campeonato e uma Taça de Portugal

José António Camacho (total de 109 jogos)

Primeiros 100 jogos: 62 vitórias, 23 empates, 15 derrotas, 177 golos marcados e 86 golos sofridos
Títulos conquistados entre 2002/03, 2003/04 e 2007/08: uma Taça de Portugal

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros de órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: broseiro@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)