271kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Um montanhista foi encontrado após 47 dias perdido nos Himalaias

Este artigo tem mais de 4 anos

Dois montanhistas taiwaneses foram encontrados ao fim de 47 dias perdidos nos Himalaias. Mas apenas um sobreviveu às extremas condições das montanhas nepalesas.

A namorada de Liang Sheng-yueh não resistiu às extremas condições dos Himalaias e morreu três dias antes da equipa de salvamentos os encontrar
i

A namorada de Liang Sheng-yueh não resistiu às extremas condições dos Himalaias e morreu três dias antes da equipa de salvamentos os encontrar

AFP/Getty Images

A namorada de Liang Sheng-yueh não resistiu às extremas condições dos Himalaias e morreu três dias antes da equipa de salvamentos os encontrar

AFP/Getty Images

Um casal de taiwaneses que estava dado como desaparecido há sete semanas nos Himalaias foi finalmente encontrado. Mas apenas ele sobreviveu. A jovem, de 19 anos, morreu apenas três dias antes das equipas de busca e salvamento os terem localizado perto de Tipling (ver no mapa), na região centro do Nepal. O namorado, Liang Shen-yueh sobreviveu mais três dias sem mantimentos e foi encontrado com vida.

O jovem foi transportado de helicóptero até ao hospital de Kathmandu, a capital do Nepal, onde se encontra em observação. Foi resgatado, juntamente com o cadáver da namorada, de um vale a mais de 2,600 metros de altitude.

Um dos operacionais envolvidos no resgate, Madhav Basnyat, explicou que o casal seguiu o rumo de um rio na esperança de encontrar uma povoação, mas que acabou por ficar encurralado naquela zona por mais de um mês.

Ele estava a dormir quando o encontrámos. Acordou depois de nos ouvir. Ficámos muito surpreendidos por o termos encontrado vivo. Ele explicou-nos que a rapariga tinha morrido três dias antes.”

Os médicos responsáveis por Liang admitem que o jovem perdeu cerca de 30 quilogramas e que larvas tinham infetado a sua perna direita. A primavera é época alta no Nepal para a prática de escalada e montanhismo com mais de cem mil pessoas por ano a visitarem o país do Evereste.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.