A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) vai abrir um processo de averiguações à avaria no sistema de abastecimento de aviões no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, para “apurar as circunstâncias da falha e futuras medidas a tomar”.

Fonte oficial da ANAC, regulador do setor da aviação, disse que “decidiu abrir um processo de averiguações e encontra-se a efetuar as diligências necessárias de forma a apurar as circunstâncias da falha e futuras medidas a tomar, com vista a garantir que a situação de inoperacionalidade de ontem não se volte a verificar”.

No âmbito das diligências em curso, a ANAC irá verificar também “a proteção dos direitos dos passageiros e a qualidade do serviço prestado” na quarta-feira, adianta a mesma fonte.

A ANA – Aeroportos de Portugal informou, às 00h30, estarem resolvidos os problemas no abastecimento de aeronaves no aeroporto de Lisboa, que começaram por volta das 12h00.

Fonte oficial da empresa precisou então à agência Lusa que a ANAC autorizou a realização de voos durante a noite para que possa ser normalizada a operação no Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, que levou ao cancelamento de 64 voos e, 11 desvios e 322 ligações afetadas com atrasos.