O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta sexta-feira aos seus colaboradores mais próximos que irá demitir Stephen Bannon, o polémico conselheiro estratégico da Casa Branca com ligações à alt-right. A informação foi avançada pelo The New York Times.

De acordo com o jornal norte-americano, que cita dois oficiais da Casa Branca sob anonimato, Trump ainda estará a discutir os detalhes da demissão, designadamente quando e em que moldes será afastado Bannon.

Já uma fonte próxima do conselheiro estratégico avançou ao mesmo jornal que a demissão foi ideia do próprio Bannon, que terá apresentado a sua carta de resignação no dia 7 de agosto.

Stephen Bannon tem sido um dos elementos mais criticados da Casa Branca, devido às suas ligações a movimentos de extrema-direita.

O até aqui conselheiro estratégico de Trump foi diretor do Breitbart News, uma plataforma de extrema-direita que era um dos principais veículos para a propaganda extremista nos EUA.

Bannon regressou, aliás, ao Breitbart como presidente-executivo da organização. No site lê-se que Bannon “regressa a casa”.

Esta já é a 18ª baixa na administração de Trump. A demissão mais recente foi a de Ezra Cohen-Watnick, conselheiro de segurança nacional do presidente Donald Trump.

Antes, Trump tinha demitido Anthony Scaramucci, diretor de comunicação da Casa Branca, apenas 10 dias depois de o ter nomeado na sequência da demissão de Sean Spicer.