A tenista checa Jana Novotna, campeã em Wimbledon em 1998 e antiga número dois do ‘ranking’ mundial, morreu no domingo, após uma longa batalha contra o cancro, revelou esta segunda-feira a Associação de Tenistas Profissionais Femininos (WTA).

“É com grande tristeza que a WTA comunica a morte no domingo, 19 de novembro, de Jana Novotna, antiga líder mundial em pares e número dois em singulares”, refere a nota da WTA, assinalando que Novotna, de 49 anos, morreu no seu país natal.

O maior título da checa foi a conquista do torneio de Wimbledon, em 1998, batendo na final a francesa Nathalie Tauziat, por 6-4 e 7-6 (7-2).

Jana Novotna já tinha sido finalista vencida na relva londrina, terceiro ‘Grand Slam’ da época, em 1993 e 1997, frente a Steffi Graf e Martina Hingis, respetivamente, como também o foi no Open da Austrália, frente a Monica Seles, em 1991.

Na sua carreira, a checa esteve ao mais alto nível em pares e pares mistos, categorias em que conquistou 16 torneios do ‘Grand Slam’.

Jana Novotna venceu com o seu país a Fed Cup, em 1988, e foi três vezes medalha em Jogos Olímpicos, medalha de bronze em singulares em Atlanta1996, e vice-campeã olímpica em pares, em Seul1988 e Atlanta1996.