292kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Casillas aponta para o "Comodin infinito", Benfica fala "numa das maiores vergonhas de todos os tempos"

Este artigo tem mais de 3 anos

Golo tardio de Coates que deu a vitória do Sporting em Tondela não passou ao lado dos rivais, que reagiram de pronto através das redes sociais. Benfica fala ainda num penálti e na expulsão de William.

A festa dos jogadores do Sporting em torno de Coates, num golo de tardio que deu a vitória aos leões em Tondela
i

A festa dos jogadores do Sporting em torno de Coates, num golo de tardio que deu a vitória aos leões em Tondela

LUSA

A festa dos jogadores do Sporting em torno de Coates, num golo de tardio que deu a vitória aos leões em Tondela

LUSA

O golo de Coates entre o oitavo e o novo minuto de descontos do Tondela-Sporting não passou mesmo ao lado de ninguém e, num filme que se tornou comum neste Campeonato mas que há algumas semanas não se via, os rivais na luta pelo título não demoraram a comentar o triunfo tardio do conjunto verde e branco.

O triunfo da anarquia sobre a democracia (a crónica do Sporting em Tondela, onde se fala apenas de futebol)

“90′ + 4′ (4′ x 2 ) + 1 hora + 1 dia + 1 semana + 1 mês + 1 ano + 1 lustro + 1 década + 1 século….. e se mesmo assim não for possível: El Comodín ‘Infinito’!”, escreveu Iker Casillas na sua conta oficial do Twitter.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Numa das várias respostas ao espanhol, Rúben Neves, antigo médio do FC Porto que atua hoje nos ingleses do Wolverhampton, ironizou sobre a possibilidade de João Capela ser o árbitro dos dragões nos 45 minutos em falta frente ao Estoril, que se vão disputar na próxima quarta-feira: “Calma amigo, se na quarta for o Capela jogam 90 minutos”, escreveu o internacional português orientado por Nuno Espírito Santo.

“Uma das maiores vergonhas de todos os tempos por parte do ex-chefe de equipa de Hernâni Fernandes – o especialista em arbitragem de Alvalade. Histórico tempo de compensação, penálti sobre Murilo transformado em amarelo e perdão de expulsão de William Carvalho. Não há vergonha!”, escreveu também o Benfica, através da conta oficial do Departamento de Comunicação.

As bocas de Jesus para a bancada, um vermelho e a confusão no túnel: o final do Tondela-Sporting

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.