A semana passada, conforme o Observador aqui lhe deu conta, a chinesa Huawei apresentou em Paris os seus novos topo de gama, o P20 e P20 Pro. Mas a ocasião serviu também para a marca, que já ultrapassou a Apple e está a caminho de fazer o mesmo com a Samsung, revelar a terceira geração de smartphones que resulta da sua ligação à Porsche Design. Trata-se do Porsche Design Huawei Mate RS, um “maquinão” sem rodas, que faz justiça aos pergaminhos do construtor de Estugarda, em matéria de estilo e qualidade.

6 fotos

Na prática, este smartphone alia o melhor da tecnologia da linha Mate e P a um design mais estilizado. Tudo isto devidamente condimentado com uma maior capacidade de armazenamento e uma “pitada” de inovação na forma de um duplo leitor de impressões digitais. Este combina um sensor traseiro junto às câmaras e o primeiro leitor de impressões digitais frontal no ecrã – algo que, até agora, nem a Apple nem a Samsung oferecem. A vantagem é evidente: torna-se muito mais cómodo desbloquear o telefone, em qualquer situação.

[jwplatform 9nazRZkE]

Fora isso e simplificando, o Porsche Design Huawei Mate RS tem as mesmas características técnicas do P20 Pro, mas dirige-se claramente a um consumidor que prefere ter um produto mais exclusivo. E está disposto a pagar por isso. No caso, 1.699€ pela versão de 256 GB, enquanto a de 512 GB exige o desembolso de praticamente 2.000€. Ou seja, quase o dobro do novo iPhone X.