Enquanto o Reino Unido celebrava o casamento dos Duques de Sussex, em Lisboa a festa foi outra. José María Cano, artista plástico espanhol e ex-membro da banda pop Mecano, recebeu 200 convidados no Palácio Teles de Menezes (conhecido erradamente como Palácio de São Vicente de Fora), na zona da Graça. Segundo o El País, o edifício do século XVII foi comprado há um ano por Cano por 3,5 milhões de euros. Dentro das paredes do palácio, foi recriado um baile de máscaras veneziano. O dono da casa não fazia anos, mas organizou a grande noite para celebrar o aniversário de uma amiga, a empresária espanhola Sandra García San Juan.

José María Cano tem 59 anos e é artista plástico. Nos anos 80 e até ao início da década de 90, foi um dos membros da banda pop espanhola Mecano © SHAUN CURRY/AFP/Getty Images

Os convidados foram mascarados a rigor, como mostram vários perfis do Instagram. O El País avançou alguns nomes da guestlist, da qual faziam parte várias figuras públicas espanholas, o embaixador espanhol em Portugal e também alguns convidados portugueses, entre eles alguns membros da família Espírito Santo.

A festa fez parte de um programa de fim de semana. Amigos do anfitrião e da aniversariante terão vindo a Lisboa para passar alguns dias dedicados à arte. Estiveram no MAAT e na JustLX, uma feira de arte que decorreu durante quatro dias no Museu da Carris, em Alcântara. Já mais perto do palácio onde decorreu a festa, alguns dos convidados aproveitaram também para conhecer a Feira da Ladra.

Dois terços da área total do palácio (3.000 m2) são jardins e terraços, portanto, muito provavelmente, grande parte da festa terá sido no exterior. Com 400 anos de história, o edifício tem sido reabilitado pelo proprietário, mas o valor histórico e patrimonial impôs algumas limitações à festa. A senhoras tiveram de deixar os grandes saltos altos em casa, para não danificar o chão, e nada de fotografias. Isso não impediu que alguns convidados partilhassem imagens nas redes sociais, ainda que o cenário fosse dificilmente reconhecível.

Chamam-lhe Palácio de São Vicente de Fora, mas o nome oficial é Palácio Teles de Menezes. Data do século XVII e foi comprado no ano passado pelo milionário espanhol por 3.5 milhões de euros. Segundo o El País, José María Cano aluga o edifício para eventos

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A festa arrancou com todos os convidados irreconhecíveis, relata o El País. Os assistentes eram espanhóis, a comida portuguesa. No início, foi a bossa nova a dar ritmo ao palácio, mais tarde terá sido um DJ a animar as hostes numa das salas. Nessa altura, os convivas terão começado a tirar as máscaras. O baile prolongou-se noite dentro. Começou ainda sob os últimos raios de sol e acabou quando este já se tinha levantado novamente. Veja as imagens:

View this post on Instagram

Fotón! Que bien lo pasamos!!!!! @rakatac7

A post shared by Luján Argüelles (@lujanarguelles) on

https://www.instagram.com/p/BjAspLjDb3W/?taken-by=npbuesa