A balança comercial externa de bens da zona euro registou, em maio, um excedente de 16,5 mil milhões de euros, abaixo do de 19,3 mil milhões do mesmo mês de 2017, segundo o Eurostat.

Na zona euro, as exportações para o resto do mundo recuaram 0,8% em maio, para os 189,6 mil milhões de euro, face aos 191,2 mil milhões homólogos. Já no que respeita às importações, estas atingiram em maio os 173,1 mil milhões de euros, uma subida homóloga de 0,7% (171,9 mil milhões de euros em maio de 2017).

Na União Europeia (UE), a balança comercial externa viu o seu excedente recuar para os 0,2 mil milhões de euros, face ao de 2,3 mil milhões homólogos.

Em maio, as exportações da UE para o resto do mundo recuaram 2,7%, para os 160,9 mil milhões e as importações diminuíram 1,4% para os 160,7 mil ME, face respetivamente, aos 165,4 mil ME e 163,0 mil ME do mesmo mês de 2017.

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, as trocas comerciais dentro da zona euro estabeleceram-se nos 162,3 mil milhões de euros e entre os 28 Estados-membros nos 296,7 mil milhões, uma subida homóloga de, respetivamente, 0,5% (161,5 mil milhões) e 1,6% (290,1 mil milhões).