O português Rafael Reis, da Caja Rural, é o primeiro camisola amarela da 80.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, fruto da vitória no prólogo da prova, disputado esta quarta feira. O ex-ciclista da W52-FC Porto percorreu os 1.800 metros que compunham o contrarrelógio individual em 2:18.96 minutos, superando César Martingil (Liberty Seguros), com 2:20.52 e Louis Bendixen (Team COOP), com 2:21.24, que fecharam o pódio.

César Martingil até esteve na frente da prova durante quase uma hora e meia, mas, perto do final, o favorito (e especialista em distâncias curtas) Rafael Reis foi mais rápido e concluiu o percurso realizado em Setúbal com quase menos dois segundos do que o corredor do escalão Sub-23, repetindo assim o triunfo obtido em 2016.

Num percurso mais confortável para sprinters, foram muitas as quedas registadas, principalmente nos ciclistas que arrancaram primeiro, como é o caso de Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros), que acabou por cair logo na segunda curva, no início da Avenida Luísa Todi. Foram vários os ciclistas que acabaram por se retrair devido aos percalços, com Rafael Reis a levar a melhor sobre a concorrência em terras sadinas.

A primeira etapa da 80.ª edição da Volta ao Algarve corre-se esta quinta feira, num percurso de 191.8 quilómetros que ligará Alcácer do Sal a Albufeira.