O serviço de streaming Netflix vai disponibilizar, a 21 de setembro, um documentário dedicado por inteiro ao lendário produtor musical Quincy Jones. Realizado por Alan Hicks e por Rashida Jones, filha de Quincy, a longa-metragem retrata seis décadas da vida do homem que chegou a receber 27 Grammys (sem contar com as 79 nomeações ao mesmo galardão dourado).

Nascido a 14 de março de 1933, o produtor musical trabalhou com alguns dos grandes nomes da indústria, incluindo Aretha Franklin, Miles Davis, Ray Charles, Frank Sinatra e Michael Jackson, com que produziu o álbum “Thriller”, um dos mais vendidos de sempre.

No trailer é possível conhecer de imediato alguns aspetos da privada do produtor e empresário norte-americano, que até aos 11 anos queria ser um gangster (algo também motivado pela crise económica de então) e que, mais tarde, encontrou consolo e liberdade na família e na música.

O documentário “Quincy” conta ainda com breves aparições de outras figuras sonantes, Barack Obama, Oprah e Kendrick Lamar incluídos.