A tenista checa Karolina Pliskova, que no último ano chegou a ser líder mundial, venceu neste domingo o torneio de Tóquio, batendo na final a japonesa Naomi Osaka, recém-campeã do US Open.

Pliskova, atual oitava do ‘ranking’, terminou com a série de dez encontros consecutivos a vencer de Osaka, com uma vitória por 6-4 e 6-4.

As dificuldades para Osaka, sétima do mundo, que não tinha perdido um único ‘set’ na capital japonesa, culminaram ao nono encontro do segundo parcial, com uma dupla falta que permitiu o ‘break’ a Pliskova e o caminho para vencer.

“Estou feliz por não ter tido de disputar um terceiro ‘set’. A Naomi jogou bem em todo o torneio, mas creio que estava cansada”, disse no final Karolina Pliskova, que se aproxima do objetivo de disputar o Masters feminino em Singapura.

Osaka sofreu assim a primeira derrota depois de conquistar nos Estados Unidos o seu primeiro torneio do Grand Slam, numa final polémica, em que a sua adversária, Serena Williams, se envolveu a criticar o árbitro português Carlos Ramos.