Os acionistas do Santander Totta aprovaram esta quinta-feira a nova composição da administração, com António Vieira Monteiro a deixar a presidência executiva e a passar a ‘chairman’ do banco, que terá Pedro Castro Almeida como presidente executivo.

Quinta-feira reunidos em assembleia-geral extraordinária, os acionistas aprovaram a composição dos novos órgãos sociais do Banco Santander Totta para o triénio 2019-2021.

Em comunicado, o Santander Totta adverte, no entanto, que a entrada em funções dos novos membros dos órgãos sociais quinta-feira eleitos está dependente da avaliação do Banco Central Europeu (BCE), “no âmbito do processo ‘fit & proper’ (adequação e avaliação)”.

Vieira Monteiro deixa a presidência executiva da instituição depois de sete anos a ocupar este cargo.

Na presidência do Conselho de Administração do Santander Totta Vieira Monteiro será acompanhado pelos vice-presidentes José Carlos Sítima e Pedro Castro e Almeida.

Entre os nomes da lista de 15 novos administradores do conselho está o diretor (‘dean’) da faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (Nova SBE), Daniel Traça.