A Mitsubishi produz em Portugal os camiões Fuso, inclusivamente o eCanter, a versão eléctrica da gama japonesa. Hoje controlados pela Daimler, os camiões da Mitsubishi fazem parte da oferta da marca alemã no capítulo da mobilidade eléctrica, pelo que o eCanter integra a gama da Daimler alimentada exclusivamente por bateria.

A Penske é uma empresa americana especializada em transportes e em camiões, sobretudo alugando-os a quem necessita de movimentar objectos mais pesados ou de maior volume. Fundada por Roger Penske, mais conhecido por dirigir equipas de competição nos EUA, a Penske concluiu que há mercado para camiões ligeiros não poluentes, ou seja, eléctricos, especialmente em estados como a Califórnia, onde toda a gente com dinheiro gosta de conduzir veículos com mais de 1.000 cv, mas faz questão de ir ao supermercado num veículo eléctrico.

Assim, a Penske interessou-se nos camiões eléctricos da Daimler, todos eles com autonomias ainda muito reduzidas, com os Fuso eCanter a serem a versão mais acessível, ideal para aquela última milha, entre os entrepostos e os supermercados, que fazem chegar os produtos ao cliente final, sem emissões nocivas em ambiente urbano.

O “luso” Fuso eCanter transporta, além da carga (4,5 toneladas), uma bateria com uma capacidade de 82,8 kWh, a 420V, o que lhe permite percorrer 100 km entre recargas. O que pode ser um problema, mas não para a distribuição, onde enquanto descarrega ou carrega, o eCanter pode recarregar a bateria.

A potência de 180 cv é capaz de transportar mais carga do que se poderia pensar inicialmente (as 4,5 toneladas anunciadas são um bom indício), tudo isto com uma velocidade máxima de 80 km/h, mais que suficiente para as necessidades. Resta saber qual a reacção dos clientes, com a certeza que apreciariam uma autonomia superior.