O mercado de embalagens de plástico registou um aumento de 2,6% em 2018, com vendas nacionais de 750 milhões de euros, ao mesmo tempo que a produção cresceu 2%, para os 715 milhões de euros, foi divulgado esta quinta-feira.

Segundo o estudo setorial “Embalagens de Plástico”, da DBK, publicado pela Informa D&B, as exportações deste setor atingiram cerca de 207 milhões de euros em 2018, valor semelhante ao do ano anterior.

O valor das importações no ano passado situou-se em 242 milhões de euros, o que corresponde a mais 2,5% do que em 2017. O número de empresas fabricantes de recipientes e embalagens de plástico em Portugal manteve no biénio 2016-2017 uma tendência crescente, chegando às 162, embora ainda aquém das 195 que estavam operacionais em 2004. O número de empregados no setor manteve a tendência de crescimento iniciada em 2014, totalizando os 3.832 trabalhadores.

De acordo com o mesmo estudo, os operadores de pequena dimensão predominam no setor, sendo que só 22 empresas têm um quadro de pessoal acima de 50 empregados. Existe uma concentração desta atividade nas zonas de maior atividade económica, nomeadamente na região do Norte, onde se localizam 42% das empresas, e na zona Centro (36%).

A Informa D&B dedica-se, em Portugal e Espanha, à oferta de informação e conhecimento sobre o tecido empresarial e está integrada na D&B Worldwide Network, a rede de informação mundial sobre empresas e outras organizações.