O treinador do Sporting, Marcel Keizer, revelou esta sexta-feira que ainda é uma dúvida a utilização de Bruno Fernandes no jogo da 27.ª jornada da I Liga de futebol, com o Desportivo de Chaves, e que Bas Dost está lesionado.

O capitão do Sporting já regressou ao treino com os colegas, depois de apresentar mialgias na região posterior da perna direita, e o técnico assumiu que uma decisão final só será tomada este sábado, no próprio dia em que a equipa leonina mede forças com os flavienses a partir das 18h. As “dores de cabeça” de Marcel Keizer aumentaram com a lesão do goleador holandês, que sofreu uma contusão no joelho direito.

“O Bruno treinou com o grupo, mas ainda com algumas limitações. Vamos decidir amanhã [sábado]. Esteve alguns momentos com os colegas”, disse, rejeitando que a incerteza da disponibilidade do médio altere o modelo habitual da equipa: “Nós temos o nosso sistema. Não vamos apresentar mudanças nele e depois vamos ver se o Bruno vai estar ou não”.

A paragem competitiva para os jogos das seleções foi “positiva” para Marcel Keizer, porque permitiu um trabalho mais continuado no treino, mas teve também consequências na condição física de alguns jogadores, já que o maliano Diaby veio também lesionado e está de fora das opções para a partida em Trás-os-Montes, tal como Ilori e Battaglia. No entanto, o treinador reiterou a sua confiança numa vitória.

“É verdade que temos o jogo com o Benfica na próxima semana, mas só pensamos neste encontro. O Chaves está a lutar para se manter na primeira divisão. Vai ser um jogo difícil, mas vamos entrar com muita energia. Estarão prontos para dar tudo e nós também”, asseverou, em declarações prestadas na conferência de imprensa realizada na Academia de Alcochete.

A oito pontos de Benfica e FC Porto, que seguem empatados na liderança do campeonato, Marcel Keizer voltou a garantir que o Sporting continua a lutar por todos os pontos e não desiste da corrida até ser matematicamente impossível aspirar ao título.

“Ao jogar no Sporting temos de jogar para ganhar e essa é a motivação. Lutamos por tudo aquilo que temos e ainda não terminou a luta. Vamos continuar a lutar por cada jogo e os jogadores querem o mesmo”, explicou, rejeitando dar prioridade à Taça de Portugal, na qual vai disputar na próxima semana o acesso à final com o Benfica: “Não vou escolher provas. Queremos ganhar amanhã e depois veremos o jogo com o Benfica”.

O Sporting, quarto classificado, com 55 pontos, visita este sábado (18h) o Desportivo de Chaves, 17.º, com 24 pontos, num jogo da 27ª jornada da I Liga marcado para o Estádio Municipal de Chaves.