Nem sempre as soluções estéticas dos protótipos são aplicadas directamente no produto final. Não que sejam pouco atraentes ou insuficientemente modernas, mas sim porque complicam a vida aos fabricantes ao serem demasiado caras de produzir, ou incapazes de garantirem a desejada qualidade de construção. Mas, na maioria dos casos, é apenas porque os testes junto do público-alvo não colheram grande aceitação.

As fotos do interior do primeiro eléctrico da Porsche, recentemente publicadas pelo Taycan fórum, permitiram por fim perceber como será por dentro o primeiro carro da marca alemã alimentado por bateria. E a surpresa é que não dá ares ao Mission E, o protótipo que originou o Taycan, exibindo antes uma forma muito próxima do conjunto tablier e consola do Mission E Cross Turismo Concept, o SUV da gama.

Efectivamente as fotos revelam um tablier em dois níveis, um mais avançado do lado do passageiro e até à consola, para depois a zona em frente ao condutor parecer mais recuada, integrando o painel de instrumentos que, como é habitual na marca, exibe vários mostradores circulares. Contudo, como assentam num painel digital, similar ao virtual cockpit da Audi, o mais natural é que o painel possa acolher informações relacionadas, por exemplo, com o sistema de navegação.