Manuel Monteiro, antigo líder do CDS, está de volta ao partido. De acordo com informação avançada pelo Público, a proposta de filiação foi entregue na noite desta quinta-feira, na concelhia da Póvoa de Varzim, distrito do Porto.

Segundo o mesmo jornal, a direção nacional do CDS não se irá opor ao regresso de Manuel Monteiro, embora preferisse que a refiliação acontecesse noutra altura. Agora, no prazo de dez dias, o presidente da concelhia de Póvoa de Varzim deverá pronunciar-se dar um parecer sobre a proposta de filiação.

Manuel Monteiro foi líder do CDS entre 1992 e 1998 e deixou o partido em 2003 — em divergência com Paulo Portas — para fundar outro, o Partido Nova Democracia que acabou extinto. O professor universitário tem vindo a participar em várias conferências a convite do CDS, nos últimos meses. Em outubro do ano passado, participou uma conferência organizada pela Tendência Esperança e Movimento (TEM) do CDS-PP. “Eu quero estar de bem com o CDS, eu ainda não percebi se o CDS está de bem comigo”, disse na altura.