José Maria Ricciardi voltou a assumir que será novamente candidato à presidência do Sporting em cenário de eleições antecipadas. Depois de há semanas ter reativado as páginas nas redes sociais que foram criadas na altura da campanha que acabou por eleger Frederico Varandas enquanto líder máximo do clube, Ricciardi divulgou agora dois vídeos onde não esconde o desejo de “erguer o Sporting”.

“Há uma coisa de que podem ter a certeza: eu poderei ser o presente do Sporting. Vocês são o presente e o futuro do Sporting. Conto com vocês para colocarmos o nosso querido e grande Sporting no lugar onde merece. Todos são importantes para o Sporting sem qualquer exceção. Se alguma vez tivermos oportunidade, em conjunto convosco, de erguer o Sporting, colocá-lo no lugar que merece, vamos fazê-lo com uma equipa completamente diferente daquela que tivemos anteriormente. Também aprendemos com os nossos próprios erros”, afirma Ricciardi, em vídeos onde responde a algumas questões que lhe foram enviadas por adeptos.

A tomada de posição de José Maria Ricciardi surge numa altura em que o Sporting vive uma crise interna que se arrasta há algumas semanas e se agravou com a eliminação dos leões da Taça de Portugal, numa precoce terceira eliminatória e às mãos do Alverca, do Campeonato de Portugal. Frederico Varandas tem sido continuamente contestado pela massa adepta nos jogos não só da equipa principal de futebol como das restantes modalidades — no sábado, após o jogo de futsal que opôs Sporting e Leões de Porto Salvo, teve de sair escoltado do Pavilhão João Rocha –, e rasgou toda a ligação com as claques Juventude Leonina e Diretivo XXI no passado domingo.