Descreve-se como um “homem muito simples”, mas está longe de ser só mais um rapaz de 21 anos. Padmanabh Singh é uma estrela do polo e gasta parte da fortuna de muitos milhões de euros a viajar pelo mundo e a estudar tanto em Nova Iorque como em Roma. Singh é também o primeiro Marajá a incluir um palácio na rede da plataforma Airbnb, cujo valor de todas as estadias (mil euros/noite até final do ano; cerca de 7 mil euros a partir de janeiro) — reverterá para a Fundação Princess Diya Kumari — organização sem fins lucrativos criada pela mãe que se dedica a apoiar mulheres e artesãos rurais do Rajastão.

O Palácio da Cidade é a casa da família real de Jaipur, capital do estado do Rajastão, na Índia. Ao longo dos 300 anos de vida, recebeu inúmeros hóspedes a convite da realeza (incluindo Diana, a “princesa do povo”, e Oprah Winfrey), mas só agora, a partir do dia 23 de novembro, estará de portas abertas a hóspedes externos. Apenas a luxuosa Gudliya Suite, situada no interior de uma das divisões privadas do palácio e até então do uso exclusivo da família real, estará disponível. Mas que o termo “suite” não engane — esta é dotada de sala de estar, cozinha, casa de banho e piscina interior privada.

Imagem retirada da Airbnb referente à suíte que vai estar disponível a partir do dia 23 de novembro. © DR

No terraço da suite será possível fazer refeições típicas do Rajastão com vista para a Cordilheira Aravalli, mas também tomar diariamente chá da tarde nos jardins do palácio. Quem aqui pernoitar será recebido por um mordomo e há até guias privados com a função de organizar experiências pela cidade.

O anfitrião é nada mais, nada menos, do que Padmanabh Singh, que sucedeu ao avô como Marajá em 2011, numa terra onde os antepassados governaram durante quase mil anos, tal como se lê no comunicado disponibilizado à imprensa. Singh é filho da princesa Diya Kumari e de um cidadão comum — os pais separaram-se no início de 2019 depois de um casamento de 21 anos.

A Princesa Diya Kumari, mãe do marajá, Rajmata Padmini Devi e Padmanabh Singh, durante o Festival Holi, em março de 2018 @ Vishal Bhatnagar/NurPhoto via Getty Images

Com 21 anos de idade, Singh adora moda e arranjar-se, até porque considera que é possível exprimir muito da personalidade através do que se veste. Talvez por isso não seja um estranho a desfiles de moda (em maio de 2018 desfilou para a Dolce & Gabanna, em Milão) e a produções fotográficas — já foi capa da Travel & Leisure, GQ Índia ou Elle. Algo que também se comprova facilmente na página de Instagram — a rede social preferida — onde soma mais de 135 mil seguidores.

6 fotos

Viajar é outra característica que lhe está no sangue. “São as experiências que temos que fazem de nós uma pessoa melhor e, muito provavelmente, a pessoa que somos supostos ser”, disse em entrevista à Travel & Leisure. A esta publicação contou também que não gosta muito de comer comida indiana fora da terra natal, mas de cada vez que regressa a casa, no misto de infindáveis viagens, opta dias a fio pela comida caseira. As muitas viagens incluem destinos como África do Sul, Itália, Espanha, Tailândia, Peru e até Portugal — em junho de 2017, o Marajá partilhou uma fotografia no Cabo da Roca.

7 fotos

O Marajá — não é considerado oficialmente um rei pelo estado, ainda que a sua posição seja muito respeitada — diz que quer ser o mais humilde possível e tratar toda a gente com respeito, principalmente as pessoas que com ele trabalham. A fortuna da família real está estimada entre 697 milhões e 2.8 mil milhões de dólares (cerca de 2,54 mil milhões de euros), segundo o Business Insider. Singh, cujo título completo é Sua Alteza Maharaja Sawai Padmanabh Singh, é o 303.º descendente da família real de Jaipur. Os amigos chama-lhe “Pacho”.

O polo é sem dúvida um desporto onde o jovem monarca se destaca, tendo até entrado para a lista da Forbes “30 Under 30 Asia” em 2018 pela destreza no campo. Singh serviu como capitão da primeira equipa indiana de polo em Inglaterra em 20 anos e foi o mais jovem vencedor do Indian Open Polo Cup.

Além do desporto, tem amigos bem conhecidos: em 2017, acompanhou Ava Phillippe, filha dos atores Reese Witherspoon e Ryan Phillippe, a um baile de caridade em Paris. O duo dançou ao som da banda sonora de “La La Land”.

Em Nova Iorque estudou Artes Liberais, cidade onde descobriu o serviço de streaming “Netflix” e a comida japonesa sushi. Não é certo se acabou o curso na cidade que nunca dorme, mas em setembro de 2018 mudou-se para Roma para estudar arte numa universidade privada, acrescenta o Business Insider.

Palácio da Cidade, em Jaipur

Uma vez em casa, em Jaipur, Singh tem os seus próprios apartamentos privados no Palácio da Cidade, chamados “Ram Niwas”, local onde o avô e antigo Marajá costumava ficar.

A partir do dia 23 de novembro, os membros da família real de Jaipur tornam-se nos primeiros anfitriões reais da plataforma Airbnb, incluindo a casa da família nesta rede — até ao final de 2019, a Gudliya Suite, vai estar disponível para reservas em dias selecionadas.