Nos últimos dias, alguns órgãos de comunicação social divulgaram uma foto que surgiu nas redes sociais onde Elon Musk surgia vestido de forma peculiar, com um traje que em tudo parecia uma promoção ao novo modelo da Tesla, a pick-up Cybertruck.

A alegada incursão pela moda do CEO da Tesla – além de fundador da SpaceX, SolarCity, Boring Company, Open AI, Neuralink e Hyperloop – até seria plausível, pois Musk sempre vestiu a camisola pelos produtos que vende. Afinal, quem não se lembra do sul-africano a promover os lança-chamas da Boring, além de bonés e t-shirts das companhias a que preside? Contudo, poder-se-ia estranhar a postura tipo top model, algo invulgar no homem que elevou a Tesla de uma pequena startup ao estatuto do segundo construtor mais valioso do mundo, logo atrás do Grupo Toyota e não muito longe.

Ainda assim, houve quem considerasse verosímil Musk comparecer a um evento trajado com roupa que se evidenciava pelo “padrão” Cybertruck, em conjunto com uns sapatos que poderiam ter saído da prancha dos estilistas que também desenharam a pick-up da Tesla, com as suas linhas angulosas. Sucede que é falso.

Depois de alguma imprensa ter dado eco à imagem de Musk em poses de “modelo Cybertruck”, eis que surge um leitor mais atento a chamar a atenção para o facto de a foto em causa ter sido manipulada com base numa fotografia que a Vanity Fair publicou, em Outubro de 2018, onde Musk surge ao lado da sua namorada de 31 anos, a cantora Claire Elise Boucher, mais conhecida como Grimes, na Met Gala.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Contudo, é bem provável que, depois de ver a foto manipulada e a repercussão que gerou, Elon Musk decida ele mesmo mandar produzir umas peças de vestuário e calçado alusivos à Cybertruck, para comercializar através do canal de vendas online da Tesla.