Há dois meses, numa altura mais conturbada do Sporting quando os pedidos de realização de uma Assembleia Geral Extraordinária iam ganhando força, correu a informação que Miguel Cal iria deixar a SAD verde e branca. Ficou. Ficou e com o próprio a dizer que estava tudo bem, que os leões teriam o melhor ano a nível de receitas e que estava até a preparar novos projetos. Agora, o dirigente vai mesmo sair, numa notícia que já tinha sido novamente levantada no início da semana e que foi confirmada na manhã desta quinta-feira à CMVM.

Apesar da saída da SAD, Miguel Cal deve continuar ligado ao Sporting a nível de clube, mantendo as áreas que tinha no Conselho Diretivo ligados ao marketing e à internacionalização da marca, pasta que levou o dirigente a algumas viagens pelo estrangeiro para encontrar novas parcerias e/ou investidores para a sociedade.

De recordar que, em janeiro, uma das razões apontadas para o desagrado era a ausência de lugar no Conselho Estratégico criado pelo presidente leonino, Frederico Varandas, onde constam outros dois membros do Conselho Diretivo, Francisco Salgado Zenha e André Bernardo, o responsável pela comunicação, Miguel Braga, e Ricardo Agostinho. Também nessa altura, algumas fontes do clube contactadas negaram qualquer desconforto.

Desta forma, e estando anunciada a saída à CMVM, a Sporting SAD ficará apenas com dois membros da parte executiva (à condição), Francisco Salgado Zenha e João Sampaio. Além deles, fazem ainda parte da sociedade verde e branca o presidente, Frederico Varandas, que se juntou ao corpo médico nacional numa altura em que Portugal está em estado de emergência, e Nuno Correia da Silva, administrador não executivo que fez a transição do anterior elenco e que é o representante da Holdimo na SAD dos lisboetas.

“A SPORTING CLUBE DE PORTUGAL – FUTEBOL, SAD (adiante Sporting SAD) vem, nos termos e para efeitos do cumprimento da obrigação de informação que decorre do disposto no artigo 248º-A do Código dos Valores Mobiliários, informar o mercado que o Senhor Dr. Miguel Garcia Rodrigues Cal apresentou, por motivos pessoais e profissionais, renúncia ao cargo de Administrador do Conselho de Administração da Sporting SAD”, confirmou na manhã desta quinta-feira a SAD leonina.