Rui Pinto será mesmo julgado por 90 crimes e não pelos 147 que o Ministério Público pretendia. A notícia é avançada pelo Público que cita o despacho dos juízes do Tribunal da Relação de Lisboa.

A juíza Cláudia Pina decidiu que o hacker, autor do Football Leaks, não deveria ser acusado de 57 crimes, apesar de ter sido inicialmente acusado da autoria de 147 delitos.

O Ministério Público contestou a decisão e apresentou recurso. No entanto, segundo o despacho a que o Público teve acesso, os juízes do Tribunal da Relação de Lisboa negaram provimento, confirmando a redução de crimes que tinha sido decidida pela juíza de instrução.