O melhor surfista português da atualidade, Frederico Morais, que integra o circuito mundial de surf, suspenso por causa da pandemia de Covid-19, venceu este domingo a primeira etapa da liga portuguesa de surf, que decorreu na Figueira da Foz.

Na final, disputada na Praia do Cabedelo, o surfista de Cascais bateu Filipe Jervis com uma pontuação total de 17,15 pontos (em 20 possíveis), nas suas duas melhores ondas, contra os 10,20 pontos do oponente.

Nas meias-finais, os dois surfistas tinham deixado para trás Tomás Fernandes e Afonso Antunes, respetivamente.

Hoje, a competição também passou pela Praia da Murtinheira, a norte do Cabo do Mondego, onde as ondas estavam melhores, até meio da tarde, tendo depois regressado ao Cabedelo para a realização das finais (meias-finais e finais) femininas e masculinas.

O Figueira Pro foi a primeira prova de surf mundial a ser realizada, depois da interrupção causada pela pandemia de covid-19, sendo a etapa inaugural das cinco que formam o circuito português.