805kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Somersby Porto Pro: os melhores surfistas nacionais, de volta às ondas

A 2ª etapa da Liga MEO Surf 2024 já aconteceu, entre os dias 12 a 14 de abril. As ondas foram o palco de todos os encontros, onde se disputaram os títulos máximos do surf português.

Foi às 7h30 da manhã de sexta-feira que o Somersby Porto Pro arrancou, com o bom tempo pronto a receber os atletas. A Praia de Leça da Palmeira, em Matosinhos, foi o palco do espetáculo que trouxe até à invicta os melhores surfistas nacionais para darem sequência à luta pelos títulos nacionais masculinos e femininos da primeira divisão do surf português. Os surfistas locais também fizeram parte desta equação, com Francisco Alves do lado dos mais experientes em competição e Teresa Pereira, personificando a nova geração.

De forma paralela, e durante estes três dias, os melhores surfistas nacionais puderam também luta por diversos prémios paralelos: Best Wave (melhor onda da etapa), Bom Petisco Girls Score (melhor pontuação exclusivamente dedicada às senhoras), Go Chill Expression Session (melhores manobras no masculino como no feminino), o Waversby Round (melhor performance desportiva no round 3) e Waikiki Junior Award (melhor surfista júnior em competição).

Nova geração dominou o arranque desta 2ª etapa

Com ondas de boa formação, de 1 metro, o dia não poderia ter começado da melhor forma, oferecendo as melhores condições para que os atletas nacionais pudessem dar início à competição. Foi de destacar:

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

  • A melhor onda e pontuação no masculino, realizadas por Martim Nunes, com 8.75 e 16.50 pontos;
  • Nesta bateria deixou em 2º lugar António Bandeira, José Maria Ribeiro em 3º e Rodrigo Rocha em 4º;
  • O atual líder do ranking, Tomás Fernandes, teve uma primeira bateria difícil e só a três minutos do fim conseguiu a reviravolta que o levou diretamente para o 1º lugar, vencendo a bateria com 10.90 pontos. Cainã Barletta ocupou o 2º lugar, Tiago Santos o 3º e Tiago Guerra terminou em 4º.
  • Já na categoria feminina, Mafalda Lopes ocupou também os lugares de melhor onda e de melhor pontuação, com um score final de 14.50 pontos;
  • Francisca Veselko também se apresentou em boa forma vencendo a bateria com 13.50 pontos, o segundo melhor score do dia, deixando em 2º lugar a jovem local, Teresa Pereira, que seguiu igualmente para a segunda ronda;
  • A tetracampeã nacional, Teresa Bonvalot, também iniciou de forma positiva a defesa da licra amarela Go Chill de líder do ranking com uma vitória com 11.50 pontos na sempre difícil primeira bateria do campeonato;
  • Tanto no masculino como no feminino, os principais protagonistas desta sexta-feira deram azo a boas combinações de manobras críticas, com notas acima dos 8.00 pontos;

Para além da competição, durante o primeiro dia da 2ª etapa da Liga Meo Surf, realizou-se, na Praia de Leça da Palmeira, uma acção pedagógica envolvendo mais de 200 crianças dos concelhos do Porto e Matosinhos, com o foco na preservação dos oceanos e limpeza de praia. No âmbito da preservação da biodiversidade dos oceanos, esta acção é promovida pelo Grupo Jerónimo Martins, com o seu programa Programa “Amar o Mar” – em conjunto com o Pingo Doce.

2º dia: boas ondas e surf de excelência

O bom tempo fez com que o segundo dia de competição em muito se assemelhasse a um verdadeiro dia de verão. Nem mesmo a forte corrente e as ondas de 1,5 metros foram impedimento para que os atletas dessem o melhor de si.

  • João Maria Mendonça fez o melhor score da prova, dividindo a melhor onda com Tiago Stock. O surfista algarvio garantiu a qualificação para os quartos-de-final, somando duas notas excelentes com 9.00 e 8.50 pontos;
  • Em 2º lugar, também com uma onda excelente de 8.00 pontos e score total de 14.25 pontos ficou o atual detentor da licra amarela e líder do ranking, Tomás Fernandes;
  • Afonso Antunes, tal como João Maria Mendonça, foi outro dos atletas a fazer um par de ondas excelentes na mesma bateria com 8.50 e 8.00 pontos terminando com o score de 16.50 pontos;
  • Já Francisca Veselko ocupou os lugares de melhor onda e melhor score da prova feminina, com 8.25 e 14.75 pontos;
  • Nesta bateria do round 3, a atual líder do ranking Go Chill, Teresa Bonvalot, apurou-se para as meias-finais, com uma onda excelente de 8.00 pontos.
  • Matias Lopes, surfista local de Leça da Palmeira com 17 anos, acompanhou Teresa Bonvalot no pódio da Go Chill Expression Session, nas categorias masculina e feminina, respetivamente.

3º dia: o rescaldo

As ondas de 1 metro da Praia de Leça da Palmeira receberam os surfistas naquele que foi o último dia desta 2ª etapa da competição. Surf de excelência foi a expressão de ordem, num dia recheado de talento vindo apenas dos melhores.

  • Tomás Fernandes venceu Guilherme Ribeiro na final masculina, terminando com o score final de 16.00 pontos contra os 12.40 pontos do adversário. O vice-campeão nacional de 2019 consegue assim, pela primeira vez, vencer duas etapas consecutivas na Liga MEO Surf;
  • Guilherme Ribeiro manteve a consistência e derrotou João Maria Mendonça, o surfista em maior evidência de todo o evento masculino, que efetuou o melhor score e onda com 17.50 e 9.00 pontos, respetivamente, dividindo o protagonismo desta última com o seu adversário e Tiago Stock.
  • Francisca Veselko levou a melhor sobre Teresa Bonvalot na final feminina. Liderou a final, melhorando ainda a sua segunda melhor onda de 5.25 para 6.00 pontos. Terminou com o score vencedor de 14.50 contra os 11.60 pontos da adversária;
  • Com os resultados de hoje, Tomás Fernandes e Teresa Bonvalot continuam a vestir a licra amarela Go Chill na próxima etapa da Liga MEO Surf.

“Sabia que o mar ia dar para fazer bom surf, tanto para mim como para o Guilherme. Tentei jogar com a prioridade no início, apanhei uma onda na qual caí, mas deu-me um bom ritmo. Consegui manter a consistência ao longo do campeonato”. Palavras de Tiago Fernandes, que acrescenta: “Não é preciso fazer sempre os melhores scores, mas sim manter essa consistência”.

Já para Francisca Veselko, a estratégia passou por “apanhar as melhores ondas e finalizá-las, fazer o meu surf e focar-me em mim. Contra a Teresa é preciso ser consistente. As ondas estavam perfeitas para o meu surf. Esta foi uma das melhores etapas da Liga MEO Surf, esteve incrível durante os três dias”.

Resumo dos vencedores Somersby Porto Pro

Mostrar Esconder
  • Final masculina: Tomás Fernandes 16,00 x Guilherme Ribeiro 12,40 pontos
  • Final feminina: Francisca Veselko 14,50 x Teresa Bonvalot 11,60 pontos
  • Best Wave: Teresa Bonvalot 9,50 pontos
  • Bom Petisco Girls Score: Teresa Bonvalot, 18,85 pontos
  • Waversby Round: João Mendonça, 17,50 pontos
  • Go Chill Expression Session: Matias Lopes e Teresa Bonvalot
  • Waikiki Junior Award: Matias Canhoto

O que é certo é que é caso para dizer que estes foram três dias de sucesso. As ondas acompanharam os campeões desta etapa e agora a maré segue para a próxima fase de competição: o Allianz Ericeira Pro. De 24 a 26 de maio, na praia de Ribeira D’Ilhas, na Ericeira, todos os olhos estarão postos nas grandes promessas do surf nacional!

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€ Apoiar

MELHOR PREÇO DO ANO

Ao doar poderá ter acesso a uma lista exclusiva de benefícios

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar

19 MAIO 2024 - SEDE OBSERVADOR

Atos de vandalismo não nos calarão.

Apoie o jornalismo que há 10 anos se pauta pela liberdade de expressão e o nunca vergar por qualquer tipo de intimidação.

Assine 1 ano / 29,90€

MELHOR PREÇO DO ANO