O Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) e a Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) lançaram o projeto “Surf & Rescue”, que visa reforçar a ligação entre o surf e o salvamento aquático, anunciou hoje a associação.

“As escolas e treinadores de surf dão um importante contributo para a segurança e o salvamento nas praias em Portugal, bem como toda a comunidade surfista de uma forma geral. Na verdade, são estes uns dos principais agentes de proteção e segurança das praias fora da época balnear”, lê-se no comunicado da AESDP.

A entidade sublinhou que, contudo, “muitos dos praticantes não detêm um conhecimento atualizado e adequado das técnicas de resgate, primeiros socorros e Suporte Básico de Vida e, na maioria dos casos, estas ações de salvamento ocorrem de uma forma informal e sem registo das ocorrências”.

Por isso, o ISN e a AESDP estabeleceram esta parceria de cooperação, cujo início será marcado pela realização de três formações “Surf & Rescue”, em três praias distintas: Costa de Caparica (23 de setembro), Sagres (26 de setembro) e Matosinhos (30 de setembro).

Estas ações marcam o final da época balnear e irão capacitar estes técnicos para garantir a segurança ao longo da costa durante todo o ano.

As formações são dirigidas aos treinadores e técnicos e atribuem 1.4 unidades de crédito para a renovação das Cédulas de Treinadores do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). A participação é gratuita e está limitada a 30 inscritos por cada ação.

“Após a realização e balanço destas ações, o ISN e a AESDP irão anunciar o plano de iniciativas conjuntas a realizar no futuro”, anunciou a associação liderada por Afonso Teixeira.