O Serviço de Urgência Básica do centro de Saúde de Estremoz (Évora) está previsto reabrir este sábado, após descontaminação, na sequência de casos positivos de Covid-19, revelou esta quinta-feira a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo.

“O SUB, previsivelmente, irá reabrir no sábado, assim como a Área Dedicada às Doenças Respiratórias (ADR) no centro de Saúde”, disse fonte da ARS do Alentejo à agência Lusa.

De acordo com dados desta manhã da Autoridade de Saúde Pública local, existem 21 casos ativos” de Covid-19 no concelho de Estremoz relacionados com o surto que eclodiu no centro de Saúde, encerrado há precisamente uma semana.

O SUB fechou na quinta-feira passada à tarde para desinfeção devido à identificação de sete profissionais do centro de saúde infetados com o novo Coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19, entre médicos, enfermeiros e auxiliares, disse à Lusa, na altura, o presidente do município, Francisco Ramos.

A reabertura do SUB chegou a estar prevista para o último domingo, mas a valência continuou encerrada.

Um total de 31 militares do Exército Português foi empenhado na descontaminação do Centro de Saúde de Estremoz, revelou este ramo das Forças Armadas, esta terça-feira.

O Elemento de Defesa Biológica, Química e Radiológica do Exército (EDefBQR) procedeu “à preparação dos espaços” e “garantiu a descontaminação de cerca de 2.700 metros cúbicos das instalações”, foi divulgado, em comunicado publicado na página na Internet do Exército.

Manteve-se sempre em funcionamento naquele centro de saúde a Unidade de Saúde Familiar e a Unidade de Cuidados na Comunidade, de acordo com a fonte da ARS do Alentejo.

Portugal contabiliza pelo menos 2.229 mortos associados à Covid-19 em 106.271 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).