A Seleção Nacional Sub-21 ficou a conhecer esta quinta-feira os adversários na fase final da competição, que será jogada pelas circunstâncias da pandemia em dois momentos distintos na Hungria e na Eslovénia, os dois países anfitriões da competição este ano: a fase de grupos será na última semana de março, entre dias 24 e 31, e a fase a eliminar entre o final de maio (31) e o início de junho. O encontro decisivo será no dia 6 de junho.

Portugal estará no grupo D, defrontando na primeira fase Inglaterra, Suíça e Croácia. Nos restantes grupos, nota para o grupo B, que junta Espanha e Itália, e para o grupo A, com Alemanha e Países Baixos.

“Neste momento a única análise que se pode fazer é superficial, baseada em alguns números, porque não conheço ainda em profundidade. São equipas que pelos pontos que fizeram [no apuramento], 27 e 28, revelaram que foram consistentes. Vamos a partir de agora começar a conhecer de forma minuciosa. Inglaterra e Portugal favoritos? A Suíça ganhou e perdeu os jogos com a França também…”, comentou Rui Jorge, em declarações ao canal 11. “O facto de jogarmos os três jogos no mesmo estádio é bom. Nesta altura só estou a pensar na primeira convocatória, para os grupos em março. Só pensamos nisso nesta fase. Há jogadores que vêm com mais assiduidade, que me podem conhecer melhor, mas não é um grupo fechado e pode ir à fase final alguém que não tenha estado antes. Temos de analisar ao longo do tempo a evolução e não posso dizer que não entra mais ninguém acrescenta. Nova geração? Não gosto muito de comparar gerações, posso apenas dizer que fiquei triste pela última geração por não ter conseguido esse palco, para alguns podia mudar a carreira”, acrescentou.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os grupos da fase final do Europeu Sub-21 serão os seguintes:

Grupo A: Hungria, Alemanha, Roménia e Países Baixos

Grupo B: Eslovénia, Espanha, Rep. Checa e Itália

Grupo C: Rússia, Islândia, França e Dinamarca

Grupo D: Portugal, Inglaterra, Croácia e Suíça