O domínio de topo português na internet, .pt, fechou o ano de 2020 com mais de 96 mil novos registos, o que representa um crescimento de 22,9%, segundo o comunicado divulgado esta terça-feira. O desempenho terá sido acelerado pela pandemia.

Foram contabilizados “96.715 novos registos em .pt, mais 18.020 do que em 2019, o que representa um crescimento de 22,9% e torna o último ano no melhor de sempre”, indica a nota.

O .PT, responsável pela gestão do domínio, destaca também que “o reforço das medidas de combate à pandemia anunciadas pelo Governo em outubro voltou a contribuir para o aumento do número de registos, principalmente no mês de novembro, o segundo mais elevado, com um total de 9.082 domínios”.

Antes disso, “no primeiro semestre de 2020, contabilizaram-se quase 50 mil novos registos diretos em .pt, mais 10.423 do que no período homólogo, o que corresponde a um aumento de 26,35%. O mês de abril foi o que apresentou o maior crescimento face ao ano anterior – 67%—, bem como o maior número de novos domínios”, lê-se no comunicado.

Ainda de acordo com a entidade, no verão, altura do ano em que normalmente o número de registos abranda, também se manteve a “tendência de crescimento, com os meses de junho, julho, agosto e setembro a contabilizarem no total mais de 30 mil novos registos diretos, em comparação com os 23 mil, em 2019”.

Luísa Ribeiro Lopes, presidente do Conselho Diretivo do .PT, realçou, cita a mesma nota, que “é inegável que a pandemia obrigou os cidadãos, as empresas e as organizações a reinventarem-se e que a internet foi um importante aliado neste trajeto”, acrescentando que “as restrições impostas à normal atividade económica e social aceleraram o processo de transição digital e isso reflete-se naturalmente na evolução do registo de domínios em .pt”.