Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O pagamento do estacionamento automóvel na via pública na cidade de Lisboa, encontra-se suspenso a partir de 25 janeiro, até ao último dia de fevereiro de 2021, anunciou este domingo a Câmara Municipal de Lisboa.

Os residentes com dístico podem passar a estacionar gratuitamente em qualquer parque da EMEL. A autarquia adianta ainda que todos os dísticos de residentes ou comerciantes ativos até 15 de janeiro, e que entretanto caducavam, terão a sua data de validade prolongada até ao dia 31 de março de 2021.

A proposta para suspender o pagamento de parquímetros na capital já tinha sido aprovada no final da semana passada por parte dos partidos da oposição e com o voto contra dos socialistas que poderiam fazer cair a proposta na Área Metropolitana de Lisboa onde têm a maioria. No entanto, a autarquia liderada por Fernando Medina anunciou este domingo que a suspensão dos pagamentos entra em vigor na segunda-feira.

Já no primeiro confinamento geral, Lisboa tinha travado o pagamento de estacionamento na rua, que foi retomado em maio.

A Câmara diz que os fiscais da EMEL vão continuar a salvaguardar a qualidade do espaço público e a mobilidade dos peões, fiscalizando o cumprimento do código da estrada, nomeadamente no que diz respeito ao estacionamento no passeio ou na passadeira.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR