Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

“A mensagem que nunca pensámos partilhar: o nosso querido Alfredo Quintana partiu hoje. Serás para sempre lembrado como um dos nossos. Um verdadeiro Dragão. Descansa em paz, Eterno Quintana!”. Foi desta forma que, através das redes sociais, o FC Porto anunciou o desaparecimento de um dos melhores jogadores de andebol dos azuis e brancos e da Seleção de sempre, fazendo acompanhar da notícia colocada no site oficial ao início da tarde. “As memórias do que vivi vão ficar bem guardadas no meu coração. Foi o FC Porto que me permitiu ser o que sou hoje”, recordou também a publicação, que durante a semana tinha recordado outras frases do luso-cubano.

“O Presidente Marcelo Rebelo de Sousa lamenta a morte do guarda-redes da Seleção Nacional de Andebol, Alfredo Quintana. Quintana nasceu em Cuba mas naturalizou-se Português e granjeou um invulgar respeito e admiração entre os seus pares. Representava o Futebol Clube do Porto e a Seleção Portuguesa. O andebol e o desporto português ficam mais pobres com esta partida precoce que a todos consterna. O Presidente da República apresenta à família enlutada, ao Futebol Clube do Porto e à Federação Portuguesa de Andebol as mais sentidas condolências”, salientou Marcelo Rebelo de Sousa, numa mensagem deixada na página da Presidência. “É com sentimento de profundo pesar que tomo conhecimento do falecimento do Alfredo Quintana, um símbolo da nossa Seleção Nacional de Andebol. À sua família, ao FC Porto, à Federação, aos seus amigos e admiradores, envio as minhas condolências por esta perda irreparável”, escreveu o secretário de Estado do Desporto, João Paulo Rebelo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A partir daí, o mundo do desporto e o universo dos dragões uniu-se numa cadeia transversal de reações entre atletas, clubes e instituições que recordaram o homem e o atleta salientando que “um obrigado não chega”.

Também Gonçalo Paciência, jogador que fez a formação no FC Porto e joga hoje na Alemanha, foi um dos primeiros de muitos a reagir à publicação entre muitas reações a título pessoal de atletas, companheiros e adeptos portistas. Sérgio Conceição e Iker Casillas foram outras das personalidades dos azuis e brancos a deixarem mensagens.