Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Microsoft comprou a Nuance Communications, Inc., uma empresa especializada em inteligência artificial (IA) e reconhecimento de voz. Ao todo, este negócio custou à Microsoft 19,7 mil milhões de dólares (cerca de 16,5 mil milhões de euros). Esta é a segunda aquisição mais cara da história da empresa. A primeira continua a ser a compra do LinkedIn, que custou 26,2 mil milhões de dólares em 2016.

A Nuance Communications é uma das responsáveis por ter desenvolvido, como cliente da Apple, o sistema de inteligência artificial Siri. De acordo com a Microsoft, esta aquisição vai permitir à gigante tecnológica norte-americana investir “em novos recursos da nuvem [cloud] e IA em saúde e noutros setores”.

Para já, a Nuance Communications não deverá ter grandes alterações. O antigo presidente executivo da empresa, Mark Benjamin, vai continuar a desempenhar as suas funções. A única diferença é que irá reportar diretamente ao responsável pelo departamento de inteligência artificial e conteúdos na nuvem da Microsoft.

De acordo com Satya Nadella, presidente executivo da Microsoft,  “é pioneira” na aplicação do mundo real de IA empresarial em sistemas de saúde. “Juntos, com o nosso ecossistema de parceiros, colocaremos soluções avançadas de IA nas mãos de profissionais em todos os lugares para conduzir a uma melhor tomada de decisão e criar conexões mais significativas, à medida que aceleramos o crescimento da nuvem da Microsoft em cuidados de saúde e da Nuance”, adianta.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR