Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Depois de J-Bay, na África do Sul (2017), e de Saquarema, no Brasil (2019), o português Frederico Morais conseguiu esta madrugada (hora em Portugal, manhã na Austrália) chegar pela terceira vez às meias-finais de uma prova do Circuito Mundial de surf, neste caso no North Narrabeen Classic, a terceira prova de 2021.

Na primeira bateria dos quartos, Kikas teve pela frente o australiano Ethan Ewing e deu pouca margem de manobra ao adversário, conseguindo fixar na parte inicial do heat as melhores pontuações. No final, Frederico Morais venceu por 13.84-11.83, tendo não só as duas melhores notas (7.07 e 6.77) como a terceira melhor avaliação (6.67), na primeira de quatro ondas pontuáveis que fez contra o surfista da casa.

O português tinha começado o North Narrabeen Classic a ganhar o segundo heat da primeira ronda com 10.93, à frente do antigo bicampeão mundial John John Florence (9.37) e do brasileiro Alex Ribeiro (7.30). Qualificado de forma direta para a terceira ronda, Frederico Morais ganhou depois ao francês Michel Bourez (9.83-6.94), seguindo-se novo triunfo nos oitavos com o brasileiro Filipe Toledo (11.60-10.93).

Agora, Kikas terá pela frente nas meias-finais Gabriel Medina, brasileiro que derrotou o australiano Morgan Cibilic (15.97-12.67). Esta é a segunda vez em três provas do Circuito Mundial de 2021 que o português cruza com o ex-bicampeão mundial em 2014 e 2018, depois da derrota nos oitavos da recente Newcastle Cup. Na primeira competição, ainda em dezembro de 2020, Frederico Morais não tinha ido além da terceira ronda, ocupando o 15.º lugar do ranking à entrada para este North Narrabeen Classic que vai passar agora para um top 10.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR