Quatro das maiores estações de comboio de Inglaterra, em Londres, Birminghm, Liverpool e Manchester, foram passadas a pente fino sem que tenha sido encontrado qualquer vestígio do novo coronavírus, de acordo com a imprensa britânica.

Duas baterias de testes foram realizadas entre janeiro e junho em London Euston, Birmingham New Street, Liverpool Lime Street e Manchester Piccadilly, de acordo com a Network Rail, empresa que gere essas estações, citada pela BBC.

Os testes incluíram superfícies que habitualmente são alvo de muitos contactos, como escadas rolantes, e foram recolhidas amostras de ar durante uma hora. Os investigadores do Imperial College de Londres examinaram os resultados, não tendo encontrado qualquer contaminação por coronavírus.

Também em fevereiro, o Imperial College analisou os resultados de testes feitos nos transportes públicos de Londres, incluindo não só estações de comboio, mas também de metro e autocarro, sem que fosses encontrados vestígios. No entanto, os investigadores alertaram na altura que o vírus não estivesse a circular naqueles espaços.

As imagens da madrugada em que os ingleses puderam voltar a dançar em discotecas