O corpo de uma mulher de 89 anos foi encontrado mumificado, na cave do apartamento que partilhava com o seu filho, perto da cidade de Innsbruck, na Áustria. Terá sido o próprio a a mumificar a mãe para poder continuar a receber a sua reforma mesmo após a morte.

Para disfarçar o mau cheiro libertado pelo corpo em decomposição, o homem de 66 anos admitiu ter congelado o corpo na sua cave. Após algum tempo foi obrigado a embrulhá-lo em ligaduras devido aos fluídos corporais.

“O homem cobriu a mãe com areia de gato e corpo foi finalmente mumificado” afirmou um dos polícias envolvidos ao canal ORF.

A polícia afirma que a mulher sofria de demência e morreu no mês de junho do ano passado. A autopsia não mostra quaisquer sinais de homicídio, de acordo a ageência AFP, citada pelo jornal The Guardian.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O corpo foi encontrado no sábado passado, após um novo funcionário dos correios ter pedido para ver a beneficiária do cheque de reforma. Quando o filho se recusou, o funcionário reportou o sucedido às autoridades.

O suspeito foi detido e está acusado pelos crimes de ocultação de cadáver e fraude de benefício. Desde junho do ano passado, suspeito conseguiu acumular cerca de 50 mil euros.