801kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Portugal vai ser regado por um rio atmosférico. Vem aí muita chuva já esta terça-feira e deve ficar até meio da próxima semana

Este artigo tem mais de 1 ano

Um fluxo de ar muito húmido vindo de uma depressão do Atlântico Norte e depois um rio atmosférico com massas de ar tropical trarão chuva forte, trovoada, vento e ondas altas. Já a partir desta terça.

Primeiro um fluxo de ar muito húmido. Depois um rio atmosférico. Resultado da combinação de ambos: muita chuva, a começar já na tarde desta terça-feira, que se deve manter pelo menos até meio da próxima semana. Ambos vão regar Portugal e dar uma ajuda no combate à seca.

O fluxo de ar muito húmido é o primeiro a chegar, já terça-feira à tarde. Nasce de uma grande e complexa tempestade que se formou no Atlântico Norte e que tem estado por lá quase parada e se vai mexendo muito devagar. A chuva, que será muitas vezes forte e acompanhada de trovoada, deve entrar no continente ao final do dia desta terça-feira pelo Norte e Centro e estender-se depois a todo o país. Vem acompanhada de vento, que ajudará a que o sistema frontal faça descer as temperaturas para valores mais próximos dos normais para esta época do ano, mas mesmo assim bastante amenas: máximas ligeiramente acima dos 20ºC em Lisboa e mínimas na ordem dos 17ºC, sendo 2ºC mais baixas no Porto, e um pouco mais frias já no interior Norte.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Mas a persistência deste fluxo — que se manterá ao longo dos dias seguintes —, que passará a ser de sul, vai permitir a entrada de massas de ar tropical, que trarão consigo um elevado conteúdo de vapor de água: e é a esse padrão que os meteorologistas dão então o nome de rio atmosférico. E é esse rio que a partir de quarta-feira fará com que a chuva se mantenha de forma persistente, muitas vezes forte e acompanhada de trovoada e de vento que poderá ser muito forte no litoral Norte e Centro e nas terras altas, com rajadas que podem chegar aos 90km/h. Esta situação fará também com que a agitação marítima se possa tornar preocupante: o IPMA prevê ondas acima de 4 metros no litoral oeste na quinta-feira dia 19.

Foram já emitidos alguns avisos amarelos para alguns distritos para os próximos dias e os Açores estão também sob alerta já desde esta segunda-feira. Não é seguro que o outono tenha vindo para ficar (falta até o verão de S. Martinho), mas para já pode começar por tirar a gabardina e as botas do armário. Aliás, o melhor mesmo talvez sejam as galochas e não se esqueça do chapéu de chuva.

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 200€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa