760kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

British Fashion Awards. Da "cara lavada" de Pamela Anderson à espinha metálica de Rita Ora

Pamela voltou a aparecer sem maquilhagem na passadeira vermelha do Royal Albert Hall e Rita Ora trouxe uma prótese diferente da do ano passado. Jonathan Anderson e Valentino distinguidos.

76 fotos

Pamela Anderson voltou a recusar-se a “tentar ser a rapariga mais bonita da sala” e apareceu sem maquilhagem na passadeira vermelha dos British Fashion Awards de 2023. Desde a Semana da Moda de Paris, que ocorreu em outubro, que a atriz tem optado por uma visual de “cara lavada”, e voltou a apostar nele na cerimónia que aconteceu esta segunda-feira no Royal Albert Hall, em Londres.

Além de não se querer destacar, a atriz explicou que a preferência urge pelo facto de não querer “competir com as roupas” e pela sensação de “liberdade”. E foi isso que mostrou ao usar um look monocromático off-white, com o cabelo preso num rabo de cavalo.

Pamela, contudo, não foi a única a ser coerente no evento que contou com mais de 3.000 convidados, nomeadamente estrelas de Hollywood, como Anne Hathaway e Gwyneth Paltrow. A cantora Rita Ora apareceu com um vestido preto elegante, com as costas abertas, exibindo uma espinha metálica prateada.

No seu vídeo de apresentação, Ora apelou aos mais atentos para perceber a concordância com os British Fashion Awards de 2022. “Não sei se se lembram, mas, no ano passado, fizemos algum barulho, porque tínhamos uma prótese. Algo muito fixe na minha cara”, recordou a cantora, referindo-se às “guelras” que lhe cobriam o rosto. “Desta vez, vamos fazer algo maior: uma espinha metálica prateada. Vai demorar cerca de duas a três horas para a colocar”, explicou, numa publicação de Instagram.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Os destaques da cerimónia que angaria fundos para o British Fashion Council (BFC), uma organização sem fins lucrativos que promove a indústria da moda britânica, vão ainda para o artista Sam Smith, que foi condecorado com o prémio Inovador Cultural, e para a modelo Paloma Elsesser, que se tornou na primeira manequim plus-size a ganhar o prémio de modelo do ano.

Além disso, após ter abandonado o cargo de diretora criativa da Alexander McQueen, a designer britânica Sarah Burton — conhecida por ter desenhado o vestido de noiva de Kate Middleton — foi homenageada com o prémio de Reconhecimento Especial. Quando o foi receber, recordou McQueen, dizendo que foi “o melhor designer da nossa geração”.

Também o fundador da Valentino, Valentino Garavani, foi honrado com o prémio de Outstanding Achievement, pelo seu trabalho na indústria da moda, tendo sido o designer de Elizabeth Taylor e Jacqueline Kennedy Onassis, nos anos 60.

GettyImages-1822477642

Giancarlo Giammetti, ao lado da atriz Gwyneth Paltrow, recebeu o prémio de Outstanding Achievement em nome de Valentino Garavani

O prémio de reconhecimento especial a título póstumo foi atribuído ao designer britânico Joe Casely-Hayford, que morreu em 2019, descrito pela diretora-executiva do BFC, Caroline Rush, como “um dos designers mais talentosos e inovadores do nosso tempo”.

“Ele catapultou a reputação de Londres como um centro cultural e de moda num palco global e abriu caminho para gerações de designers”, disse, citada pelo The Guardian, referindo-se ao designer conhecido por “fundir a tradição com influências modernas do streetwear”.

Veja aqui a lista completa dos vencedores dos British Fashion Awards de 2023:

  • Designer do Ano: Jonathan Anderson, para JW Anderson e Loewe
  • Designer Britânico de Roupa Feminina: Maximilian Davis para Ferragamo
  • Designer Britânico para Roupa Masculina: Martine Rose para Martine Rose
  • New Establishment para Roupa Feminina: Emma Chopova e Laura Lowena para Chopova Lowena
  • New Establishment para Roupa Masculina: Bianca Saunders
  • Outstanding Achievement: Valentino Garavani, fundador da Valentino
  • Modelo do Ano: Paloma Elsesser
  • British Fashion Council Foundation: Conner Ives
  • Isabella Blow para criador de moda: Campbell Addy
  • Reconhecimento Especial peo Contributo para a Indústria da Moda: Charlotte Tilbury
  • Reconhecimento Especial para a Promoção de Jovens Talentos de Design: Sarah Mower, jornalista de moda e crítica na US Vogue
  • Reconhecimento Especial: Sarah Burton
  • Reconhecimento Especial a título póstumo: Joe Casely-Hayford
  • Inovador Cultural: Sam Smith
  • Prémio Trailblazer: Edward Enninful, editor-chefe da British Vogue
  • Pandora Líder da Mudança: Michaela Coel

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.