212kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

O MEO ajuda-o a poupar, simule aqui.

Diana Soller

Colunista

Artigos publicados

Extrema Esquerda

O mito do branco retrógrado /premium

181
Caso não nos comportemos ou pensemos como manda este figurino politicamente correto, não passamos de “brancos retrógrados” para usar a expressão de Eric Kaufman.
Joe Biden

A América precisa de amigos /premium

110
Esta não é a agenda Obama, um presidente de transição a tentar compreender o mundo que lhe tinha calhado em sorte. É a agenda Biden, um Cold Warrior experiente que sabe ler as complexidades do mundo.
União Europeia

Borrell, Biden, Putin e Navalny /premium

106
Borrell sabe que é o elo mais fraco. Como em relação à China (à Rússia) e até aos EUA, a Europa não consegue ter uma posição firme. Usa a ideia “comissão geopolítica” para disparar sem rumo definido.
Política

O início da bipolarização portuguesa? /premium

Com o fim das maiorias absolutas, a tendência é que haja um curto espaço de tempo entre a fragmentação e a formação de um bloco dos partidos de direita contra um bloco de partidos de esquerda.
Joe Biden

Um discurso de união num país polarizado /premium

O discurso de posse foi o certo para uma América que precisa de se unir e se restaurar. Mas não vamos ter demasiadas ilusões. Mesmo com o governo unificado, Biden tem uma tarefa gigantesca pela frente.
Estados Unidos da América

Não façam de Trump um mártir /premium

159
As ações têm consequências num cenário como o atual nos EUA, o da polarização extrema. Castigar Donald Trump não é desmerecido, mas é muito perigoso. É de esperar uma reação dura dos seus seguidores.
Estados Unidos da América

O novo ato na tragédia americana /premium

Entre as elites republicanas e os seus votantes existe um considerável grupo de nacionalistas-nativistas que vieram para ficar. A expressão não é correta. Já cá estavam.
Mundo

Um reencontro que pode começar mal /premium

Aquilo a que prefiro chamar “precipitação” em relação à China é um erro estratégico. A Europa prometeu autonomia e ação geopolítica. Mas isso não significa disparar em todas as direções.
Mundo

2020: o ano da desordem /premium

Deste ano fica uma lição: estamos numa transição de poder em que o declínio dos EUA e a ascensão da China os transformaram em adversários naturais.
União Europeia

2020: o ano que só podia acontecer aos outros /premium

Não nos preparámos, como continuamos a não nos preparar. Principalmente, porque é muito difícil mudar mentalidades e convencer as sociedades ocidentais das suas próprias vulnerabilidades.
Mundo

2020: o ano que podia ter sido da China /premium

192
A Huawei não desmente o documento, mas alega que não passou da fase de testes. Esta informação vem juntar-se a outras, que demonstram que a China é a primeira autocracia tecnológica do mundo.
NATO

Confiança ou ambição /premium

Se Biden já declarou que a Aliança Atlântica é “sagrada” e os países membros da NATO já perceberam a necessidade de custear esta empreitada, há um debate ligado a dois fatores: a confiança e a ambição
Estados Unidos da América

Uma herança para Joe Biden /premium

Os EUA partiram-se ao meio quando a hiperpartidarização política e a hiperpartidarização social se encontraram. É uma história longa, mas cujo capítulo mais recente vale a pena contar.
União Europeia

A Europa das ideologias /premium

Varsóvia e Budapeste têm que ficar na União Europeia. A sobrevivência dos seus regimes depende da existência de um “Outro” que os proíba de ser o que querem ser. E esse "Outro" é a UE.
Estados Unidos da América

A Ordem Liberal de Biden /premium

Biden parece querer voltar aos “gloriosos” anos de 1990 em que a unipolaridade norte-americana permitiu um conjunto de excessos universalistas que não se coadunam com um mundo em transição de poder.
Eleições EUA

O Sul, agora, é roxo /premium

Mesmo que a Geórgia e a Carolina do Norte “caiam” para Trump, caiu também uma longa tradição. O Sul já não é solidamente republicano. Dizem os especialistas, por causa da demografia.
Estados Unidos da América

O fator Empenhamento Político /premium

Além da famosa falibilidade das sondagens, há três problemas difíceis de quantificar: a mobilização dos eleitores, o seu grau de empenhamento político e aquilo a que vou chamar o “voto envergonhado”.
Pandemia

A diplomacia da vacina /premium

A distribuição da vacina tem o potencial de criar uma boa vontade internacional que se viu poucas vezes na história. China e Rússia perceberam isso, a Europa e os Estados Unidos parece que ainda não.
Estados Unidos da América

O mérito e o “sonho americano” /premium

Muito provavelmente as eleições de 3 de novembro vão decidir-se na Cintura de Ferrugem, onde o sonho americano morreu. E nenhum dos candidatos conseguiu mostrar-nos o que fazer para o trazer de volta.
Mundo

A ilusão liberal e o nacionalismo contido /premium

E é aqui que estamos, criadas as condições necessárias para uma ressurgência do nacionalismo no mundo ocidental, em vários casos, nas suas formas menos benignas.
A página está a demorar muito tempo.