287kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Fernando Alexandre

Convidado

Doutorado em Economia pela Universidade de Londres, Birkbeck College. Professor Associado com Agregação da Universidade do Minho, onde exerceu funções de Pró-Reitor, Presidente da Escola de Economia e Gestão e Director do Departamento de Economia. É consultor da Fundação Francisco Manuel dos Santos e foi Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Administração Interna no XIX Governo Constitucional. Co-autor de cinco livros e de vários artigos publicados em revistas científicas internacionais sobre a economia portuguesa. É membro do painel do programa Tudo é Economia da RTP3.

Artigos publicados

Orçamento do Estado

Orçamento com recuperação em V /premium

211
Na forma como está desenhado, o orçamento para 2021 parece uma extensão do Plano de Estabilização Social e Económica, que acompanhou o orçamento suplementar de 2020.
Orçamento do Estado

Este orçamento vai sair-nos muito caro /premium

O governo está disposto a abdicar de empréstimos da UE em condições muito favoráveis, mas parece disponível para aumentar pensões e salários. Estas contradições orçamentais podem sair-nos muito caras.
Política Externa

O ultimatum americano /premium

225
Não há dúvidas de que temos de cuidar da nossa soberania e da nossa segurança. Estas não podem estar desligadas da soberania e segurança da UE e dos EUA.
Economia

Não há poupança sem senão /premium

175
As famílias podem ter apanhado o gosto da poupança. Se as famílias adiarem o consumo – é para isso que serve a poupança –, a recuperação económica pode ser mais lenta.
Economia

O orçamento e as nossas possibilidades /premium

419
A intenção de aumentar o salário mínimo em 2021 é demasiado arriscada. É difícil imaginar um quadro económico mais complexo do que o atual para impor custos adicionais às empresas.
Novo Banco

Nada de novo no Novo Banco? /premium

A principal utilidade da auditoria ao Novo Banco é o sublinhar dos erros passados da banca. Importa agora assegurar que os procedimentos de avaliação de risco e da atribuição de crédito mudaram.
Finanças

Défices: o regresso ao antigo normal /premium

162
Os fundos europeus podem aliviar as dificuldades de alguns durante algum tempo. Mas só podem melhorar a vida de todos por muito tempo se forem bem utilizados.
Crescimento Económico

Progresso interrompido? /premium

208
A melhor forma de aproveitarmos os fundos europeus para o crescimento da economia portuguesa é divisarmos uma estratégia que encaixe na estratégia industrial alemã.
Economia

O BES e o estado da nação /premium

249
A falência de um dos mais importantes grupos portugueses e a associação criminosa, que segundo o Ministério Púbico foi montada à sua volta, mostram as fragilidades do regime económico e político.
Economia

Visão e equívocos de António Costa Silva /premium

180
A desvalorização da Europa como espaço de integração e desenvolvimento económico é surpreendente, se tivermos em conta o objetivo do documento: definir uma estratégia articulada com a estratégia da UE
Coronavírus

Seria possível reabrir hotéis sem reabrir escolas? /premium

132
O sentimento de segurança nunca chegou a ser restaurado e seria sempre muito difícil restaurar a confiança dos estrangeiros sem previamente restaurar a confiança dos portugueses.
TAP

Os fanáticos da TAP /premium

675
Será que nos podemos dar ao luxo de salvar ou mesmo de nacionalizar a TAP? Não estaremos a cair numa espécie de ‘fanatismo religioso’, para usar as palavras do ministro Pedro Nuno Santos?
Fundos Comunitários

Mais uma pipa de massa  /premium

387
Não voltaremos a ter à nossa disposição um pacote tão generoso de fundos. Mas mais importante do que o valor dos fundos é o que vamos fazer com eles.
Ensino básico

Não lhes cortem as pernas /premium

738
Não consigo perceber a insensibilidade do Governo, dos partidos, dos sindicatos e dos media ao desastre que constitui o fecho das escolas e a falta de medidas para apoiar os alunos mais desfavorecidos
Crise económica

Consumir, é preciso /premium

405
O consumo é a principal componente da despesa. Representa cerca de 70% do PIB português. Sem a rápida recuperação do consumo, a crise económica será gravíssima. Muito mais grave do que o Governo prevê
Economia

Nação valente e imortal /premium

453
Depois de Cavaco, as reformas só aconteceram por imposição externa. Num país periférico, com escassos recursos e muito capturado por grupos de interesse, é difícil ser diferente. Mas não é inevitável.
Coronavírus

Verão quente /premium

260
A pandemia acarreta riscos sérios para as liberdades individuais e para a democracia, está a tornar as famílias mais dependentes do Estado, a agravar as desigualdades e a enfraquecer a classe média.
Globalização

Não é paixão, é interesse /premium

209
Seria de esperar que o confinamento e o fecho das fronteiras tornassem evidente as vantagens da globalização. Afinal de contas, o mundo manteve-se a funcionar graças aos computadores e telemóveis.
União Europeia

O poder da independência do BCE /premium

223
Os dirigentes do BCE têm estado à altura do seu imenso poder e sabido resguardar independência do poder político. O mais surpreendente do acórdão do TC alemão é que vem pôr em causa esta independência
Dívida Pública

A dívida e uma trindade diabólica /premium

155
Os países mais endividados, limitados na sua capacidade de apoio às empresas, poderão sair desta crise com um tecido produtivo mais enfraquecido e com perda de quotas nos mercados internacionais.
A página está a demorar muito tempo.