535kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Manuel Villaverde Cabral

Colunista

Cientista social com vasta obra sobre a sociedade portuguesa e com intervenção pública desde o tempo da ditadura, foi exilado político e é actualmente Investigador Emérito do Instituto de Ciências Sociais tendo sido também director do Instituto do Envelhecimento da Universidade de Lisboa. Foi colunista semanal do “Público” e do “Diário de Notícias” bem como comentador da TSF e da TVI.

Artigos publicados

Crise económica

Entretanto…

Tal como no início da autarcia salazarista, a actual recessão será mais violenta em Portugal pelas piores razões, tais como a falta de competências profissionais e a baixa produtividade.
PCP

O novo «apparatchik»

Pode ser imaginação minha mas não só um PCP revolucionado pelo seu novo líder não irá mudar nada à crise presente como a pressão que consiga fazer nos locais de trabalho e nas ruas será de pouca monta
Eleições no Brasil

As eleições brasileiras

Toda a mídia se concentrou exclusivamente na derrota do ainda presidente, confirmando a sua incapacidade de se exprimir politicamente assim como de lidar com o evento institucional
Guerra na Ucrânia

A guerra ainda mal começou…

Enquanto Putin e os seus «siloviki» – os «durões» originários do KGB – se mantiverem no poder, uma de duas: ou a NATO consente que a Rússia recorra ao nuclear ou a mesma NATO responde ao ataque.
Governo

O bodo aos pobres

Tudo junto e mais algumas promessas desgarradas acabam por mostrar o seu carácter manifestamente «propagandístico», sem qualquer futuro de médio-prazo para não falar de projectos de longo prazo.
Governo

O país está feito…

Esta relíquia do passado político-administrativo que é o voluntariado dos bombeiros constitui mais um, entre muitos, dos mecanismos clientelares dos grupos partidários locais.
Governo

Portugal está a arder!

Desde que tomou o poder, o PS não fez mais do que dar força à extrema-esquerda no chamado «plano cultural», ou seja, «guerras de sexos e de raças», enquanto ia gerindo a dívida deixada pelo próprio PS
Taiwan

E depois do «braço de ferro»?

A ida de Pelosi a Taiwan talvez revele os limites da pressão que a China e a Rússia têm exercido sobre as democracias, até por a guerra da Ucrânia ter levado Xi Jinping a reorientar a sua geopolítica.
Estado da Nação

O que dizem as últimas sondagens?

Quaisquer partidos ou Presidente da República conscientes do que nos espera juntar-se-iam num governo de «salvação nacional» sem veleidades ideológicas e que cumprisse as instruções da Europa e do FMI
Incêndios

Mais uma «questão estrutural»

A esmagadora maioria dos enormes problemas que o país vem sofrendo desde o tempo em que o PS teve o poder eleitoral deixaram de ser «conjunturais» e transformaram-se, todos, em «questões estruturais».
Guerra na Ucrânia

Estará a guerra a acabar?

Hoje a situação é perigosa, em especial nos países mais longe da Rússia, como Portugal, Grécia, Itália, onde a opinião pública está minada por crises locais e pende cada vez mais para a pretensa «paz»
Governo

Mas que grande fantochada!

A maioria da população perguntará como é possível que um ministro que assumira – momentaneamente que fosse! – as funções do primeiro-ministro sem o avisar lograva mesmo assim permanecer no governo.
Guerra na Ucrânia

«Para lá das emoções»?

Não creio que a imediata viragem dos três grandes países europeus tenha sido determinada pela UE mas sim pela NATO, isto é, pelos Estados Unidos e a Grã-Bretanha.
Governo

No reino do populismo

O comportamento populista que é a manipulação dos salários tem tido o resultado de o PS haver empurrado cada vez mais a mão-de-obra sem qualificação profissional para o turismo e a construção civil.
PSD

Não é só o caso do PSD… É o ocaso!

O legado de Passos Coelho foi manifestamente incompreendido pelos seus sucessores, habituados pela «geringonça» à política de facilidades, remendos e propaganda, incluindo o financiamento dos media.
Guerra na Ucrânia

A guerra dói mas continua

Aquilo que Putin tem feito é pura propaganda destinada a captar o apoio da massa da população russa, a qual parece não ter saído até hoje do vazio ideológico deixado pela queda do regime soviético.
Guerra na Ucrânia

Encenação em Moscovo e limites da "globalização"

Se o desfile exibido por Putin teve algum efeito, foi alimentar a ilusão dos seus fiéis e reforçar o carácter alegadamente patriótico da guerra, destituído de valores ideológicos propriamente ditos.
Rússia

A questão russa

À nossa modesta escala, Portugal parece não ter escapado à tentação de espiar por conta da Rússia os ucranianos fugidos, crianças sobretudo, aos sistemáticos bombardeamentos russos.
Democracia

O golpe de Estado do 25 de Abril

Num país caracterizado pelo mais baixo nível educativo da Europa, o «défice democrático» de que sofremos tem sido uma das sequelas do conluio constitucional entre os dois partidos de governo, PS e PSD
Guerra na Ucrânia

A guerra continua

Os auto-proclamados pacifistas mais não fazem do que fingir colocar-se a igual distância da Rússia e da Ucrânia quando e óbvio que Putin e os seus «siloviki» são radicalmente diferentes dos ucranianos

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.