Logo Observador
Cinema

Cine Conchas: o cinema gratuito e ao ar livre está de volta

2.525

Entre 26 de junho e 12 de julho, a Quinta das Conchas, em Lisboa, transforma-se em sala de cinema a céu aberto. Há nove filmes para ver, todos sucessos de bilheteira recentes.

O Cine Conchas é um dos eventos de verão favoritos dos lisboetas

D.R.

Se ainda não viu alguns dos filmes nomeados aos Óscares deste ano, ou que passaram pelos cinemas portugueses nos últimos meses, o Cine Conchas dá uma ajuda. O ciclo de cinema gratuito começa esta quinta-feira e, na Quinta das Conchas, em Lisboa, vai ser possível ver filmes como “A Gaiola Dourada”, “Her – Uma História de Amor” e o filme de animação  “Gru – O maldisposto 2”.

Às 21h45, “Persépolis”, de Marjane Satrapi, inaugura o Cine Conchas 2014. É o filme mais antigo do programa – data de 2007 – mas esteve nomeado para os Óscares, na categoria de Melhor Filme de Animação, e venceu o Prémio do Júri em Cannes. A preto e branco, o espectador pode acompanhar a vida de uma menina iraniana dividida entre o amor ao seu país e a vontade de ser mais livre.

Na sexta-feira, à mesma hora, exibe-se “Mestres da Ilusão”, que junta nomes como Jesse Eisenberg, Mark Ruffalo, Woody Harrelson, Mélanie Laurent, Michael Caine e Morgan Freeman num thriller de mistérios e assaltos.

Sábado, miúdos e graúdos  vão poder assistir ao segundo filme de “Gru – O Maldisposto”. O filme de animação esteve nomeado, este ano, ao Óscar de Melhor Filme de Animação, mas acabou por perder para “Frozen – O Reino do Gelo”.

Os filmes são sempre exibidos às quintas, sextas e sábados, às 21h45. Se quiser apanhar uma cadeira, o melhor é chegar cedo, mas tem sempre o chão relvado à disposição. Eis os filmes que vão ser exibidos no Cine Conchas 2014:

26 de Junho: “Persépolis”, de Marjane Satrapi
27 de Junho: “Mestres da Ilusão”, de Louis Leterrier
28 de Junho: “Gru – O maldisposto 2”, de Pierre Coffin e Chris Renaud

3 de Julho: “Her – Uma História de Amor”, de Spike Jonze
4 de Julho: “Os Falsificadores”, de Stefan Ruzowitzky
5 de Julho: “A Gaiola Dourada”, de Ruben Alves

10 de Julho: “A Caça”, de Thomas Vinterberg
11 de Julho: “Gravidade”, de Alfonso Cuarón
12 de Julho: “Os Croods”, de Kirk de Micco e Chris Sanders

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: socoelho@observador.pt
Crónica

As qualidades das qualidades

Miguel Tamen

Uma acção generosa a que se chega depois de uma análise ponderada tem qualquer coisa de deliberado que a faz parecer-se com a avareza; e pensar em ter coragem é uma variedade de cobardia.